Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Espigueiros, tradição e desporto de mãos dadas!

Após a fantástica edição de 2018, 2019 dá continuidade a esta viagem pela ruralidade, pelos espigueiros, pelos moinhos… Mais uma vez, a pequena aldeia de Caparrosinha vestiu-se de gala para receber as centenas de aventureiros que procuram desporto, cultura e natureza.

A 3.ª Edição do “Trail do Rota dos Espigueiros”, é um evento de Trail Running, organizado pela ARCAPA e com Co-organização da SpotCriativo. Decorreu em Caparrosinha, freguesia de Caparrosa – Silvares, no concelho de Tondela, no dia 11 de agosto de 2019 e integrou três provas:

• Trilhos de S. Barnabé- 38 Km (prova da Taça de Portugal ATRP);
• Trilho do Dinha- 21 Km (pertence ao Campeonato Regional de Trail Running- Verurium);
• Trilho das Tradições- 12 Km;
• Caminhada- 9 Km

Foto: Paulo Fotografia

As partidas do “Trail do Rota dos Espigueiros” iniciaram-se no parque desportivo do Vale dos Mamoirais, na localidade de Caparrosinha, percorrendo, numa fase inicial, o centro da aldeia e as levadas que transportam água para os lameiros e moinhos. Numa segunda fase, dá-se o afastamento da aldeia, subindo à Serra do Caramulo, ou no sentido no sentido da barragem do Paúl, dependendo da distância. A parte final coincide com a travessia do leito do rio, numa zona técnica. A chegada coincide com o lugar de partida.

E os vencedores desta 3ª edição do “Trail do Rota dos Espigueiros” foram:

Trilhos de S. Barnabé – 38 km 

1º lugar: Nélson Santos, Dão Nelas Runners, com tempo de 03:28:06
2º Lugar: Filipe Costa, Clube Desportivo de Espite, com tempo de 03:36:51
3º Lugar: Nuno Carneiro, NAST – Núcleo Desportivo Santo Tirso, com tempo de 03:39:37

1º lugar: Ariana Tavares, Viseu Running Team, com tempo de 05:08:54
2º Lugar: Andreia Oliveira, Runners do Demo, com tempo de 05:09:30
3º Lugar: São Castanheira, CLAC Entroncamento/Ondatrilhos, com tempo de 05:10:48

Foto: Full PX

Trilhos do Dinha – 21 km

1º lugar: Paulo Esteves, Dão Nelas Runners, com tempo de 01:52:27
2º Lugar: Bruno Gonçalves, GRVilaverdense, com tempo de 01:52:43
3º Lugar: Hugo Pacheco, Runners do Demo, com tempo de 01:53:47

1º lugar: Vanda Santos, inidividual, com tempo de 02:19:36
2º Lugar: Tila Pina, GDR Granja/Trutas do mar, com tempo de 02:22:58
3º Lugar: Liliana Lopes, ASDREQ, com tempo de 02:27:15

Foto: Full PX

Trilhos do Dinha – 12 km

1º lugar: Délio Gomes, Gomes do Rio, com tempo de 00:58:44
2º Lugar: Filipe Coelho, Tartarugas Runners, com tempo de 01:00:01
3º Lugar: Fábio Barbosa, individual, com tempo de 01:00:09

1º lugar: Marta Reis, Juventude Cortegacense, com tempo de 01:17:47
2º Lugar: Patricia Costa, Esgravulhas Team, com tempo de 01:19:18
3º Lugar: Raquel Lopes, Javalis – Amizade & Glória, com tempo de 01:25:00

Dizem que não se deve voltar ao lugar onde já se foi feliz….

Foto: Paulo Fotografia

Este ano voltei ao Trail Rota dos Espigueiros e voltei a ser feliz!

Demorei uns dias a escrever sobre esta prova, sobre o “Trail do Rota dos Espigueiros” pois não foi fácil encontrar as palavras certas para descrever o acolhimento, a simpatia, a alegria, a boa vontade de todos. A sensação de pertença e de estar em casa encheu o meu coração.

Domingo, 06h, mais um dia de missa dominical!

Rumei a Tondela na melhor companhia, a do Artur Fonseca para um trail que prometia uma excelente paisagem e sensações melhores ainda! Tinha grandes expetativas face à prova de 2018. No ano passado fiz os km na companhia do José Graça e da Teresa Silva e foi um caminho bem animado!

Foto: Paulo Fotografia

Não me enganei… A Caparrosinha continua charmosa e acolhedora, com tudo a postos para receber os atletas. Os voluntários continuam a ser da terra e vestem a camisola para nos ajudar, indicando o caminho e desejando boa sorte.

Fomos ter com as meninas do Women Runners Portugal, minhas companheiras da maratona de Valência, que nos tinham levantado o dorsal. Elas dormiram na pequena escola primária da terra e estavam bastante confiantes e bem-dispostas.

Às 8h arrancaram os duros dos 38km e às 09h os corajosos dos 21 km, que no fim tiveram mais uns km de bónus. Por fim os 12 km.

Foto: Full PX

“Viemos aprender a malhar o milho”

Mas antes de correr há sempre direito a fotos e momentos de professor Marcelo, com os meus fãs a não me deixarem ir correr sem uma foto. Este ano a animação foi feita com música e umas nuvens de cartolina com frases inspiradoras como “Eu só bebi água“, “Vimos encher a pança” ou “Viemos aprender a malhar o milho“.

Celia Cordeiro, Carla Nascimento, Pedro Morgado, Carlos Almeida, Sophie Duarte, Silvio Privado Ferreira, Correr por Prazer a 2 obrigada pelo carinho e parabéns pela prova!

Foto: Full PX

Primeiros kms do “Trail do Rota dos Espigueiros” foram rolantes, todos feitos pelas ruas e ruelas da aldeia onde tinham sido criados cenários incríveis, desde lavadeiras nos rios, homens a arar a terra, um rancho a cantar o malhão, um cenário vivo fantástico!!

Eu lembrava-me que numa rua pequenina estavam no ano passado umas meninas a oferecer uma broa local e tinha esperança que este ano lá estivessem novamente; ora não me enganei! Um pouco mais à frente o 1º abastecimento líquido, que além de água brindava os atletas com sangria e figos pingo de mel. Mas antes a passagem por dentro de um espigueiro e há que aprender a malhar o milho!

Foto: Paulo Fotografia

Aos 6/7km lá entrámos nos trilhos à volta da aldeia e por aí começa a parte mais técnica!!

E então chego ao 1º abastecimento sólido, aos 8 km! E que repasto! Nem queria acreditar no que os meus olhos viam. Aletria, tomate, bananas, laranja, melancia, rolo de chocolate, queques, batatas fritas, figos, bolos diversos, presunto, frutos secos, sardinhas, peixinhos da horta,….. ficaram com vontade de fazer um trail? Então venham a Tondela!

Foto: Full PX

“Eu conheço-te”

No caminho, um posto intermédio de água onde encontro a Telma Alves. “Eu conheço-te“, diz a Telma. “Eu tenho uma página, as Sapatilhas Pensadoras“, respondo eu. “Ah é isso, eu estava a conhecer-te. Adoro a página e acho que és uma pessoa fantástica e inspiradora“. Senti que conhecia a Telma Alves há anos e podia ter ficado ali na conversa horas mas o trail era para terminar. Na meta voltaríamos a nos encontrar!

Sem grandes subidas ou descidas deu para ir correndo até que aos 10km se chega ao rio Dinha… Lembrava-me que no ano passado tinha tido alguma dificuldade para o ultrapassar pois era uma zona que o que tinha de bonito tinha de técnico.

Foto: Paulo Fotografia

Uma maravilha, um cenário encantado em que existia apenas uma passagem por cima das pedras, tudo com cordas para garantir a segurança!! Mas como a gravidade é uma força da natureza, acabei por escorregar numa grande pedra repleta de musgo! Até se ouviu o som dos meus ossos a bater no chão! Como sou um osso duro de roer e as minhas nádegas são fofas e ampararam a queda continuei pelo meio do rio. Foi quase com água pelo pescoço!! Fabuloso para refrescar!

Novo festim para comer

E eis que chegamos aos 12 km, o trail curto terminava e nós continuamos para mais uns tantos. Não sem antes ter um novo festim para comer! O caminho seguia a descer e devo ter rebolado por uns metros depois do último abastecimento.

Foto: Full PX

Seguiam na minha frente 4 atletas do Running Espinho. A 2ª parte do trail é menos inspiradora. Já não havia tradições apenas caminho para correr.

Chego ao 3º abastecimento e encontro a mesma voluntária do ano passado. Lembrava-se de mim! Ali, junto à barragem da Caparrosinha, recordamos momentos do “Trail do Rota dos Espigueiros” 2018, onde ia acompanhada pelo José e pela Teresa. O meu relógio marcava 19 km e disseram-me que ainda faltavam uns 3,5 para chegar ao fim.

Ia já com dores nas costas por causa da queda por isso fui correndo aos bochechos.

Quando avisto o parque de estacionamento e o Artur Fonseca já descansado a carregar o telemóvel no carro, percebo que estou a chegar ao fim.

Foto: Paulo Fotografia

Prova superada

Meta cortada com 22,66 km e 03h58.

Encontro novamente as Women Runners Portugal na fila para as massagens. Enquanto espero alguém me toca no ombro e diz-me “A tua equipa vai estar no próximo domingo em Bragança“. Era a Carla Sofia Angueira! Juntou-se a ela a Vanessa Costa e mais uma foto!

Ao longe vejo o Jose Carlos Almeida e veio de lá aquele grande abraço de quem já não se via há meses. E mais uma foto! Conheço também o organizador, o Carlos Oliveira, e dou-lhe os parabéns por toda a organização. Como ele também é fã tiramos mais uma foto e fazemos mais um vídeo!

E vem a correr ter comigo a Carma Marques! Uma força da natureza e também minha fã. Além da simpatia, tenho que agradecer a senha de almoço que tão generosamente me ofereceu! O arroz de feijão e a melancia foram ótimos para repor as energias despendidas em quase 4 horas de treino.

Foto: Paulo Fotografia

Almoço em amena cavaqueira ao som de um grupo de cavaquinhos local e estava na hora de ir para casa, ou no meu caso para Viseu pois optei por pernoitar no Hotel Grão Vasco – Historic Hotel and Spa!

Antes de ir embora ainda tive tempo de rever a Carla Sofia Garcez, dona do Paço de Vilharigues, onde fiquei hospedada no ano passado.

Parabéns à organização do “Trail do Rota dos Espigueiros”, não tenho nada a apontar e com certeza estarei cá para o ano!

O carinho, a simpatia, a generosidade com que fui recebida, deixa-me muita agradecida e orgulhosa do trabalho que tenho feito com o projeto das Sapatilhas Pensadoras. Ser a fonte de inspiração de algumas pessoas deixa-me vaidosa tenho que confessar mas acarreta também uma grande responsabilidade para ser capaz de continuar a motivar e incentivar a que todos saiam do sofá! Se eu que sou uma pessoa normal, ando por ai a fazer 43 km, vocês também são capazes! Com trabalho, suor e coração tudo é possível!

Foto: Paulo Fotografia

Pain makes you stronger. Fear makes you braver. Failure makes you better!

E fica o agradecimento a à Full PX e ao Paulo Fotografia pela sua cooperação com o nosso projecto, deixando o convite para que apreciem, desfrutem e partilhem as fotos efectuadas por ambos e por todos os que estiveram a retratar o evento.

Foto da capa da autoria da Full PX.

Texto: Andreia RibeiroOPraticante.pt / Sapatilhas Pensadoras
Fotos: Full PX / Paulo Fotografia

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta