Finalistas decididos em jornada curta de competição

Finalistas

João Moreira - Foto: Jorge Matreno/ANSurfistas

Os principais candidatos, os finalistas ao triunfo no Allianz Ericeira Pro superaram, este sábado, mais uma ronda, rumo ao dia final desta que é a segunda etapa da Liga MEO Surf 2020, o principal circuito de surf em Portugal e aquele que decide os campeões nacionais de surf.

Após um dia curto de competição, onde a ação teve lugar apenas pela manhã, Vasco Ribeiro e Yolanda Hopkins foram os surfistas em maior destaque, liderando o pelotão de competidores, dos finalistas que vão lutar pela vitória no domingo.

Yolanda Hopkins – Foto: Jorge Matreno/ANSurfistas

Prestação imparável da campeã nacional Yolanda Hopkins

Com a prova a retomar pelas 7h15 da manhã para terminar a ronda inaugural feminina, Camilla Kemp, Carolina Mendes e Gabriela Dinis foram as vencedoras dos três heats em falta.

Camilla e Carol voltariam a vencer os respetivos heats da 2.ª ronda, que se realizou já ao final da manhã.

Kemp conseguiu um triunfo num heat em que teve pela frente Teresa Bonvalot, o grande destaque do dia de ontem. Apesar de não ter vencido, Teresa também seguiu em frente, sendo uma das 8 surfistas ainda em prova.

Nos outros três heats destaque para o triunfo de Mafalda Lopes, numa bateria muito renhida frente a Kika Veselko, e também para a prestação imparável da campeã nacional Yolanda Hopkins, que conseguiu o melhor score do dia, com 15,50 pontos.

Além de Camilla, Teresa, Mafalda, Kika, Yolanda e Carol Carolina Santos e Gabriela Dinis são as outras surfistas que continuam em prova para a 3.ª ronda da etapa ericeirense.

Finalistas
Vasco Ribeiro – Foto: Jorge Matreno/ANSurfistas

Vasco Ribeiro a melhor prestação masculina

Já no lado masculino a melhor prestação aconteceu logo no primeiro heat da 2.ª ronda, onde Vasco Ribeiro bateu a concorrência com um score de 14,05.

Nos sete heats restantes mais ninguém conseguiria vir a superar a fasquia imposta pelo tetracampeão nacional, que respondeu, assim, da melhor forma ao domínio imposto por Kikas na véspera.

Curiosamente, Frederico Morais seguiu em frente, mas não venceu o seu heat, uma vez que foi superado por um inspirado Eduardo Fernandes (12,90 pontos).

Quem também saiu vencedor nesta ronda foi o bicampeão nacional em título Miguel Blanco.

Em bom plano também esteve João Kopke, com 13 pontos conquistados na última bateria da 2.ª ronda masculina. Kopke deixou o júnior Afonso Antunes no 2.º posto e acabou por ajudar a eliminar Gony Zubizarreta, que já venceu esta prova no passado e cuja eliminação foi a grande surpresa neste segundo dia de prova.

Finalistas
João Moreira – Foto: Jorge Matreno/ANSurfistas

Juventude local voltou a dar nas vistas

A juventude local voltou a dar nas vistas, com Henrique Pyrrait e Arran Strong, que bateu o experiente Marlon Lipke, a repetirem as vitórias da véspera.

João Moreira, que venceu o campeão em título deste evento Tomás Fernandes, e Guilherme Ribeiro, ambos com prestações sólidas, foram os outros vencedores dos heats desta ronda.

Com a ação a terminar ao final da manhã, após a 2.ª ronda feminina, a direção de prova ainda fez várias chamadas da parte da tarde, mas as condições do mar não proporcionaram o regresso da ação.

Finalistas decidem hoje quem é o vencedor

Dessa forma, a chamada para hoje domingo, que será o dia final deste Allianz Ericeira Pro, está marcada para um arranque madrugador de todas as decisões.

Com oito surfistas finalistas femininas e 16 surfistas finalistas masculinos ainda em prova e com um swell prometedor no horizonte, a expectativa é alta para as cerca de 7 horas de competição que ainda se têm de disputar para coroar os campeões desta segunda etapa da Liga MEO Surf.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Associação Nacional de Surfistas
Fotos: Jorge Matreno / ANSurfistas

Parceiros

Deixe uma resposta