GD Dias Ferreira faz o tri na Taça de Portugal

GD Dias Ferreira

A equipa do Grupo Desportivo Dias Ferreira conquistou, ontem, pela terceira vez consecutiva, a Taça de Portugal de xadrez, após derrotar o Sporting na final, por 3-1. O encontro decisivo, que reuniu as mesmas equipas pelo segundo ano consecutivo, disputou-se nas instalações da Academia do Sporting Clube de Portugal, em Alcochete.

O sucesso dos matosinhenses nesta 38.a edição da prova, foi alcançado através das vitórias de Jorge Ferreira sobre Paulo Dias, na primeira mesa, e de Javier Neredo perante Pedro Rego, na terceira. Os outros dois duelos terminaram com empates: Arian Perez (GD Dias Ferreira) com António Vasques (Sporting), no segundo tabuleiro, e André Sousa (GD Dias Ferreira) com Fernando Silva (Sporting) no quarto.

GD Dias Ferreira continua assim uma época quase perfeita

O GD Dias Ferreira continua assim uma época quase perfeita a nível coletivo. O clube de Matosinhos já ganhou o Nacional de Rápidas, o Nacional de Semi-rápidas e, agora, a Taça de Portugal, tendo falhado apenas a conquista da Supertaça, que foi para a Academia de Xadrez de Gaia.

O próximo grande evento por equipas é o Campeonato Nacional da 1.a Divisão, que se realizará precisamente em Matosinhos, nas instalações do Hotel Axis, entre os dias 14 e 20 de agosto.

Origem do Xadrez

A origem do xadrez é certamente o maior mistério existente no mundo.
Infelizmente os historiadores não conseguem chegar a um consenso sobre o lugar de onde se originara o xadrez. O documento mais antigo é provavelmente a pintura mural da câmara mortuária de Mera, em Sakarah (nos arredores de Gizé, no Egito).
Ao que parece, essa pintura representa duas pessoas jogando xadrez e data de aproximadamente 3 000 anos antes da era cristã.

Hoje a teoria mais aceite é que o jogo tenha tido origem na Índia por volta do século VI d.C.
Era conhecido como “o jogo do exército” ou “Chaturanga” e podia ser jogado com dois ou mais jogadores.
Graças às viagens dos mercadores e dos comerciantes o jogo espalhou-se para leste (China) e oeste (Pérsia). Mais adiante os árabes estudaram profundamente o jogo e deram-se conta que ele estava bastante relacionado com a matemática, escrevendo vários tratados sobre isto e aparentemente foram os primeiros a formalizar e a escrever as suas regras.

Por volta do século IX o xadrez foi introduzido na Europa por duas vias distintas: segundo uns pela invasão muçulmana da Península Ibérica, e segundo outros, durante o confronto Ocidente-Oriente na Primeira Cruzada.

No século XI já era amplamente conhecido no velho mundo.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto / Foto: FPX

Parceiros

Deixe uma resposta