Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Joana Diogo e Mariana Esteves conquistam o Ouro em Coimbra

Segundo Dia

No segundo dia de prova do calendário internacional de Juniores, Anri Egutidze (-81 Kg) foi o grande vencedor da sua prova, conquistando a Medalha de Ouro no European Cup Juniors Coimbra para Portugal, superiorizando-se a todas os seus adversários, vencendo todos os combates que disputou.

A Seleção Portuguesa conseguiu um total de 4 Medalhas – 3 de Ouro e 1 de Prata, numa prova produtiva para as cores nacionais, demonstrativo do bom trabalho e da excelente qualidade dos judocas lusos. Neste edição do Junior European Judo Coimbra, pisaram o tapete um total de 309 atletas espalhados pelas dezasseis categorias de peso em disputa, oito no setor masculino e oito no setor feminino.

Medalheiro do Junior European Judo Cup Coimbra 2015:
A Holanda conquistou 14 medalhas, a Grã-Bretanha obteve 12 medalhas em igualdade com Espanha. Itália e Canadá garantiram 6 medalhas, Portugal terminou com 4 medalhas, Dinamarca com 3 medalhas e Ucrânia, Alemanha, Suíça, França, Croácia e Noruega arrecadaram apenas 1 medalha.
No setor feminino, a competição mais leve do segundo dia foi a de -63 Kg que foi conquistada pela britânica Lubjana Piovesana vencendo na Final a sua adversária espanhola Miriam Pane Alemany. Garantiram as Medalhas de Bronze, a atleta canadiana Emilie Burt e a holandesa Geke Van Den Berg.
Em -70 Kg, a Holanda dominou esta categoria posicionando duas atletas nos primeiros lugares. Sanne Van Dijke venceu a sua colega de Seleção, Natasha Ausma. As Medalhas de Bronze foram conquistadas pela italiana Giorgia Stangherlin e pela atleta dinamarquesa Emilie Sook, que derrotou Patricia Sampaio na disputa pelo terceiro lugar.
Sara Rodriguez (-78 Kg) conquistou a Medalha de Ouro, depois de ter vencido no combate decisivo a judoca holandesa Larissa Groenweld. Em terceiro lugar, ficou a holandesa Ilona Lucassen, que conquistou a Medalha de Bronze, a par da britânica Rachel Moon que derrotou a portuguesa Inês Moreira na decisão do Bronze.
Na categoria feminina mais pesada da prova, os +78 Kg, a ucraniana Vasylyna Kyrychenko superou a concorrência, relegando para a Prata, a italiana Eleonora Geri. Nos lugares de Bronze, a britânica Michelle Boyle e a croata Katarina Vukovic que venceu Elsa Mendes na decisão, alcançaram as últimas medalhas.
Nos -81 Kg, Anri Egutidze foi o grande vencedor do dia, o judoca nacional derrotou na Final, o canadiano Louis Krieber-Gagnon. Os holandeses Thomas Snijders e Frank De Wit foram Medalha de Bronze nesta categoria, tendo o último derrotado João Martinho na disputa do terceiro lugar final.

Nos -90 Kg, o espanhol Nikoloz Sherazadishvili conquistou a sua categoria superando o dinamarquês Oliver Nelmark na Final. O judoca dinamarquês Thomas Bjerregaard e o espanhol Pedro Jimenez Patino arrecadaram as Medalhas de Bronze.
Na categoria de -100 Kg, o alemão Domenik Schoenefeldt venceu a categoria derrotando na Final o italiano Davide Pozzi. O judoca italiano Claudio Pepoli e o espanhol Sergio Trillo Valeiro que venceu Pedro Silva na decisão do terceiro lugar, arrecadaram as Medalhas de Bronze.
Em +100 Kg, o Ouro ficou atribuído ao holandês Jur Spijkers que se superiorizou ao seu adversário canadiano Martin Rygielski, Medalha de Prata. Alcançaram as Medalhas de Bronze, o espanhol Hugo Andersen Hidalgo partilhando o pódio do terceiro lugar com o britânico Valentino Volante que derrotou Vasco Rompão na decisão.

Portugal alcançou ainda cinco quintos lugares, com Patricia Sampaio (-70 Kg), Inês Moreira (-78 Kg), Elsa Mendes (+78 Kg), Pedro Silva (-100 Kg) e Vasco Rompão (+100 Kg). Em sétimo lugar, Ana Correia (-63 Kg), Ana Araújo (-78 Kg), Joana Correia(-78 Kg), Fausto Ferreira(-100 Kg) completaram os resultados mais importantes da Seleção Portuguesa.
Declarações
Rui Vieira – Diretor Técnico Nacional da Federação Portuguesa de Judo
“Tínhamos umas expectativas algo limitadas para esta competição uma vez que em relação ao ano anterior muitos atletas passaram a Seniores. O ano passado tivemos 9 medalhas esta ano tivemos quatro, mas 3 são de ouro o que nos abre boas perspetivas para as próximas competições internacionais. É um grupo muito jovem que tem uma margem de progressão muito grande o que nos dá muita confiança enquanto preparação para o Campeonato da Europa. Estiveram presentes seleções muito fortes como o Canadá, Holanda e a Alemanha. A nossa próxima competição de Juniores é na Corunha.”
Anri Egutidze – Vencedor da Medalha de Ouro na categoria de -81 Kg
“Foi uma prova muito competitiva, que terminou com um combate muito difícil porque tinha como adversário, o Campeão do Mundo de Cadetes em -81Kg de 2014, conseguindo vencer por Yuko, sendo uma importante conquista para mim . Esta foi a minha primeira prova, tenho treinado muito e espero que estes bons resultados continuem a aparecer. Estou em Portugal há cerca de 4 anos, aprendi muito com o Judo nacional que é muito forte e para eu melhorar as minhas competências é muito melhor estar aqui do que na Geórgia. Continuo a minha preparação para as grandes competições e para a semana marco presença no Grand Prix de Tbilisi, no escalão de Seniores.”

Primeiro Dia

Na primeira prova do calendário internacional de Juniores, Joana Diogo (-48 Kg) e Mariana Esteves (-52 Kg) conquistaram duas Medalhas de Ouro no European Cup Juniors Coimbra para Portugal, superiorizando-se a todas as suas concorrentes, vencendo todos os combates que disputaram.
A Seleção Portuguesa conseguiu um total de 3 medalhas – 2 de Ouro e 1 de Prata, num dia que foi bastante competitivo para as cores nacionais, demonstrativo do bom trabalho e da excelente qualidade dos judocas lusos. Neste primeiro dia, pisaram o tapete um total de 191 atletas espalhados pelas oito categorias de peso em disputa, quatro no setor masculino e quatro no setor feminino.

Após o primeiro dia de competição:
A Grã-Bretanha conquistou 8 medalhas, a Holanda obteve 6 medalhas em igualdade com Espanha. Portugal e Canadá garantiram 3 medalhas, Itália 2 medalhas e Suíça, França e Noruega arrecadaram apenas 1 medalha na subida ao pódio.
No setor feminino, a competição mais leve em prova de -44 Kg foi conquistada pela holandesa Amber Gersjes vencendo na sua categoria, sendo seguida pela britânica Olivia Piechota, Medalha de Prata e a espanhola Mireia Comas com a Medalha de Bronze.
Em -48 Kg, Portugal dominou a categoria com direito a uma final portuguesa entre Joana Diogo e Catarina Costa, duas das melhores judocas nacionais. Joana Diogo superiorizou-se a Catarina Costa vencendo a Medalha de Ouro. As Medalhas de Bronze foram conquistadas pela espanhola Marta Also Monserrat e pela atleta francesa Cheyenne Mounier.

Mariana Esteves (-52 Kg) obteve o segundo triunfo português do dia, a atleta nacional conquistou a Medalha de Ouro, depois de ter vencido no combate decisivo a judoca britânica Chelsie Giles. Em terceiro lugar, ficou a norueguesa Madelene Rubinstein, que conquistou a Medalha de Bronze, a par da italiana Francesca Giorda que derrotou a portuguesa Maria Siderot na decisão do Bronze.

Na categoria feminina mais pesada do dia, os -57 Kg, a espanhola Tecla Cadilla Acevedo superou a concorrência, relegando para a Prata, a holandesa Dewi Karthaus. Nos lugares de Bronze, a canadiana Jessica Klimkait e a britânica Jodie Caller alcançaram as últimas medalhas.
No setor masculino, os -55 Kg foram a categoria mais leve em competição, tendo sido conquistada pelo holandês Roy Koffijberg vencendo na final o italiano Andrea Carlino. Os espanhóis Daniel Barrero Santiago e Adrian Imedio Rodriguez foram Medalha de Bronze nesta categoria, tendo o último derrotado Francisco Mendes na disputa do terceiro lugar final.
Nos -60 Kg, o britânico Peter Miles foi o grande vencedor, superando o espanhol Alvaro Muzas Fernandez na final. O judoca holandês Tornike Tsjakadoea e o canadiano Darren Elcock que se superiorizou a João Abreu no combate final, arrecadaram as Medalhas de Bronze.
Na categoria média de -66 Kg, o britânico Eric Ham venceu a categoria derrotando na Final o seu compatriota Aiden Moffat. O judoca suíço Nils Stump e o britânico Daniel Powell arrecadaram as Medalhas de Bronze.
Em -73 Kg, o Ouro ficou atribuído ao holandês Thierno Balde que se superiorizou ao seu compatriota Kenneth Henneveld, Medalha de Prata. Alcançaram as Medalhas de Bronze, o canadiano Patrick Cantin partilhando o pódio do terceiro lugar com o britânico Colin Macdonald.

Portugal alcançou ainda três quintos lugares, com Maria Siderot (-52 Kg), Francisco Mendes (-55 Kg) e João Abreu (-60 Kg). Em sétimo lugar, Cláudio Asilva (-60 Kg) e Miguel Alves (-73 Kg) foram os resultados mais importantes da Seleção Portuguesa.
Para o segundo dia, a competição está reservada às categorias de peso mais elevadas, com quatro categorias no setor masculino (-81, -90, -100 e +100 Kg) e feminino (-63, -70, -78 e +78 Kg) a apresentarem-se nos tatamis de Coimbra. Os combates iniciam-se às 10h00 no Pavilhão Multidesportos Dr. Mário Mexia.
Declarações

Eng. Manuel Costa e Oliveira – Presidente da Federação Portuguesa de Judo
“A importância desta competição tem duas vertentes, a primeira nacional que conta com cerca de uma centena de jovens que têm aqui a oportunidade de competir com países fortíssimos como é o caso da Alemanha, Grã-Bretanha, Holanda, Espanha entre outros que têm adversários fortes com quem podem medir as suas capacidades e melhorar as suas prestações. A segunda vertente que vejo são as questões organizacionais portuguesas, a nossa qualidade nesta área, que mostra à Federação Europeia as nossas muitas valências”
Joana Diogo – Vencedora da Medalha de Ouro na categoria de -48 Kg
“Foi um combate difícil mas consegui. Foi uma final diferente por ter a Catarina como adversária. Fica-se mais nervosa por ter uma portuguesa no tapete mas por outro lado já nos conhecemos de outras competições. Foi muito bom vencer agora dentro de um mês tenho pela frente novos desafios, vamos ver o que vai acontecer e claro a cereja em cima do bolo será uma presença nos Jogos Olímpicos”
Mariana Esteves – Vencedora da Medalha de Ouro na categoria de -52 Kg
“Já tinha combatido com a minha adversária o ano passado e tinha ganho. Sabia no entanto que esta ano ela estaria melhor preparada e que iria ser mais difícil vencer. Consegui no entanto surpreendê-la a ela e a mim mesma e vencer. Sou estudante de desporto, treino duas vezes por dia, entre as aulas e agora tenho pela frente novos desafios a curto prazo – Campeonatos da Europa e do Mundo. Depois em 2020 quero olhar para os Jogos Olímpicos. Foi muito boa esta vitória”

Fotos de: Rui Telmo Romão
Texto de: Ana Lima/F.P.J

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta