Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Lei do mais forte imposta no arranque do Sintra Pro

Os principais nomes em prova no Allianz Sintra Pro impuseram, esta sexta-feira, a lei do mais forte no arranque da terceira etapa da Liga MEO Surf.

A Praia Grande fez jus à fama de ser o principal palco de surf do verão português, oferecendo ondas com potencial ao longo de todo o dia.

Lei do mais forte no arranque da terceira etapa

A lei do mais forte refletiu-se nos scores, com grande parte dos favoritos a conseguirem pontuações acima dos 13 pontos, mas também na eficácia dos top seeds, que não deram azo a surpresas.

O primeiro grande destaque na prova masculina acabou por ir para a performance de Justin Mujica nos trials.

Além de conseguir a entrada no quadro principal, o campeão nacional de 2010 voltou a brilhar ao final da tarde, com o apuramento para a 2.ª ronda, mostrando que, apesar da veterania, ainda tem surf para dar e vender.

Frederico Morais

Depois, Frederico Morais abriu as hostilidades na ronda 1, vencendo a bateria com segurança, ao somar 13,10 pontos.

Kikas deu o mote para a ação que se seguiu, com grande parte dos candidatos a conseguirem responder à letra.

De todos os 16 heats da ronda inaugural, somente no heat 12, que foi vencido por Martim Paulino, com 8,75 pontos, o vencedor ficou abaixo dos 11 pontos, o que atesta a qualidade do surf que se viu.

Luís Perloiro (13,50), Guilherme Fonseca (13,10), Tomás Fernandes (14,10), Halley Batista (13,70), Filipe Jervis (14,05) e Francisco Almeida (13,35) foram alguns dos vencedores em grande destaque ao longo desta jornada.

Contudo, a melhor performance estava guardada para o final do dia, com o jovem Diogo Martins a pulverizar todos os scores, ao somar um total de 15,80 pontos num máximo de 20, numa bateria em que deixou João Moreira no segundo posto.

lei
Diogo Martins

Registo ainda para o triunfo do licra amarela Afonso Antunes, que divide a liderança do ranking com Frederico Morais, no último heat do dia.

Carolina Mendes determinada em manter a licra amarela

Já na prova feminina, que foi para a água de manhã, logo após a realização dos trials masculinos, foi a líder do ranking Carolina Mendes a ter uma entrada mais forte.

A vencedora das últimas três etapas da Liga disputadas na Praia Grande, aproveitou o balanço conseguido com o triunfo na última etapa, na Ericeira, para mostrar que está determinada em manter a licra amarela e vencer a Triple Crown.

Carol venceu o heat 2, com 15,25 pontos, o melhor score do dia na prova feminina, tendo ainda feito a melhor onda até ao momento do campeonato, com 8,25 pontos.

João Paulo Rebelo, Secretário de Estado do Desporto com elementos da organização

Exemplo a nível internacional na retoma da atividade desportiva

O dia ficou ainda marcado pela visita de João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e Desporto, ao Allianz Sintra Pro, ele que considerou Portugal um “exemplo a nível internacional na retoma da atividade desportiva”.

A Liga MEO Surf foi a primeira competição de surf a retomar em todo o Mundo.
Já estamos na terceira etapa e as duas anteriores correram muito bem”, salientou João Paulo Rebelo, que aproveitou a presença na Praia Grande para trocar algumas palavras com alguns dos surfistas nacionais incluídos no projeto olímpico, com destaque para Frederico Morais.

Para este sábado a ação vai retomar com grandes heats em perspetiva, sobretudo no lado masculino, onde o heat de abertura da 2.ª ronda vai juntar Frederico Morais, João Kopke, Ivo Cação e ainda Gony Zubizarreta.

As previsões apontam para a subida do mar e do tamanho das ondas.

Texto: Associação Nacional de Surfistas
Fotos: Jorge Matreno  / ANSurfistas

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta