Maria Martins defende posição de apuramento olímpico

Maria Martins

Maria Martins

Maria Martins estreou-se ontem no Campeonato do Mundo de Pista na categoria de elite, em Pruszków, Polónia, com o 14.º lugar na disciplina olímpica de omnium. É um resultado que mantém Portugal entre as nações que estão dentro dos lugares de apuramento para Tóquio no ranking de qualificação olímpica.

Maria Martins estreou-se ontem no Campeonato do Mundo de Pista

Maria Martins

Maria Martins entrou com o pé direito na competição, conseguindo o décimo lugar em scratch. Seguiu-se uma participação menos conseguida, que valeu à portuguesa o 17.º posto na corrida tempo. A ribatejana foi 13.º em eliminação, chegando à corrida por pontos no 16.º lugar. Numa prova decisiva muito bem disputada, Maria Martins somou três pontos, o que lhe valeu fechar o omnium no 14.º lugar.

A participação portuguese no Mundial visa somar pontos para acalentar a esperança de qualificação para Tóquio. Neste aspeto, o desempenho de Maria Martins foi um sucesso, pois permite a Portugal subir uma posição no ranking de apuramento olímpico.

A presença em Tóquio na disciplina de omnium tem duas vias de qualificação. Oito vagas são preenchidas pelo ranking de madison e doze são garantidas pela tabela própria de omnium.

Portugal não tem dupla de madison, pelo que se bate pelos restantes doze lugares. Após a prova desta sexta-feira, a Equipa Portugal está em oitavo nesta batalha pelas doze entradas diretas via omnium, um lugar acima do que ocupava antes do Mundial.

Ivo Oliveira – foto de arquivo

Ivo Oliveira também esteve em pista

Ivo Oliveira também esteve em pista. Competiu na disciplina de perseguição individual, terminando no sexto lugar. O corredor português completou os 4 quilómetros em 4’14’’127, não conseguindo o objetivo de apurar-se para uma das finais, devido à quebra de desempenho na segunda metade da prova.

A final colocou frente a frente os campeões mundial e europeu em título. Brilhou mais alto o italiano Filippo Ganna, que conquistou a terceira camisola arco-íris da carreira, numa jornada em que pedalou, na qualificação e na final, em menos de 4m08s. A medalha de prata foi para o alemão Domenic Weinstein. O italiano Davide Plebani ficou com a medalha de bronze.

A luta pela qualificação olímpica prossegue neste sábado, através de João Matias, que compete no concurso masculino de omnium. O minhoto começa com o scratch, às 12h15, seguindo-se a corrida tempo, 14h30, eliminação, 17h15, e corrida por pontos, 18h25.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto / Fotos: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Parceiros

Deixe uma resposta