Nuno Lopes confirma a sua ascensão em Famalicão

Nuno Santos

Após uma sexta-feira e um sábado de intensa chuva, nada fazia prever que o domingo 27 de novembro 2016 se proporcionaria para ter as condições ideais para a realização da Meia-maratona de Vila Nova de Famalicão, onde Nuno Lopes confirmou a sua ascensão ao vencer a prova principal.

Meia-maratona de Vila Nova de Famalicão 2016

Cerca de 2.500 disseram Presente em Famalicão

A prova contou com cerca de 2.500 participantes repartidos entre a prova principal de 21,0975 km e a caminhada de 7 km que apesar da incerteza do tempo se reuniram para dar vida a este evento que vai na sua 3ª edição.

Meia-maratona de Vila Nova de Famalicão 2016

São Pedro foi amigo e só bem perto do final da prova é que caíram algumas gotas de chuva. Sara Moreira que se sagrou campeã europeia da meia-maratona em julho passado em Amesterdão foi a madrinha da prova.

Com uma elite tanto no setor masculino como no setor feminino de referência esta edição tinha todos os ingredientes para ser uma prova emocionante e muito competitiva.

Meia-maratona de Vila Nova de Famalicão 2016

Prova emocionante e muito competitiva

A prova teve início às 10 horas, com partidas e chegadas junto ao Parque de Estacionamento da Casa do Território.

Dado o tiro de partida, Nuno Lopes do Centro de Atletismo de Seia, um atleta em clara ascensão no panorama nacional, assumiu o comando da corrida para não mais o largar até cortar a meta com 1h05m58s obtendo a sua melhor marca pessoal nesta distância.

Vencedores masculinos
Vencedores masculinos

Nuno Lopes aguenta a pressão e vence

Revelou no final da prova que “foi uma prova um bocado complicada, é muito dura, pensei que era mais fácil, vim com objetivo de tentar fazer o meu melhor e correu bem” mas sentiu a bem a pressão exercida por um dos favoritos à vitória Hélder Santos e tudo fez para se manter na frente.

Hélder Santos do Sporting Clube de Portugal viria a obter o segundo lugar com um diferencial de quase de 2 minutos em relação ao vencedor, obtendo 1:07;42. Em 3º lugar terminou Rui Teixeira, também ele do Sporting CP, ainda recuperar de uma lesão grave, que o impediu de participar na 13ª maratona do Porto, com 1:08;06. Rui Teixeira referiu a “O Praticante” que “Fiquei bastante satisfeito com o resultado alcançado, uma vez que tive treino condicionado nas últimas semanas, devido a estar a recuperar da sua lesão“.

Vencedoras femininas
Vencedoras femininas

Cláudia Pereira a vencedora feminina

Do lado feminino, Cláudia Pereira, agora a correr com as cores do GFD Running, foi a vencedora da prova, terminando com 1:15;38, seguida de Filomena Costa, do ACD Jardim da Serra, segunda classificada com 1:17;45, Daniela Cunha, do Sporting CP completou o pódio com o tempo de 1:20;27. A atleta Sara Moreira do Sporting CP que conquistou o 1º lugar na edição anterior com o tempo de 1:16:32 desistiu bem cedo por volta do km 5.

A meia-maratona de Vila Nova de Famalicão vai trilhando ano após ano, o seu caminho à semelhança de outras meia-maratonas, destacando-se pela sua qualidade organizativa.

Famalicão  com presença de atletas de seis nacionalidades

Jorge Teixeira referiu que esta edição confirma Famalicão como uma cidade do desporto, em particular, no que diz respeito à prática do atletismo. Esta edição destaca-se ainda pelo número record de finisher’s demonstrando que é uma prova com destaque na região do Minho e que tem vindo a captar cada vez mais atletas, com a presença de seis nacionalidades na prova: Portugal, Espanha, Polónia, Brasil, Reino Unido e França.

Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão que também participou na meia-maratona terminando a prova em 1h36m00s, mostrou grande satisfação pelo crescimento da prova, que se tem vindo a verificar edição após edição, tendo elogiado o grande profissionalismo da RunPorto e do seu Diretor Geral Jorge Teixeira na organização da prova.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Davide Pinheiro
Fotos: RunPorto

Parceiros

1 thought on “Nuno Lopes confirma a sua ascensão em Famalicão

Deixe uma resposta