Odemira um sucesso, em termos físicos exigente

Odemira

Decorreu mas um ano o Odemira Bike Race 2017, na simpática Vila de Odemira, com partida e chegada na zona ribeirinha da Vila, junto ao Rio Mira, com 59 inscritos a solo e 37 duplas.

Celso Mestre e José Domingues da equipa Opraticante/Temiveis da Atalaia/Xekmate

A equipa Opraticante/Temiveis da Atalaia/Xekmate, composta por Celso Mestre e José Domingues que ambos participaram no evento em duplas enviaram o seguinte testemunho do evento:

Percurso difícil, mas em termos físicos foi exigente

O percurso tecnicamente não era difícil, mas em termos físicos foi exigente, principalmente na 1ª etapa, onde o acumulado chegou aos 1.500 mts, com uma pendente de 22% de inclinação máxima.

O percurso em grande parte era composto por estradões, alguns singles tracks bastante giros e rápidos o que proporcionava alguma adrenalina aos participantes.

A organização foi rigorosa com as partidas, que foram todas á hora marcada, pelos vários grupos conforme a bonificação das idades.

Os abastecimentos tinham um pouco de tudo, desde bolos, fruta, bebidas energéticas, água, sumos e cerveja, com dois abastecimentos em cada etapa e pontos de águas na segunda metade dos percursos, nas horas de mais calor, que chegou a atingir os 38 graus.

Odemira sabe bem receber

Um dos pontos mais elogiados pelos atletas foram as refeições onde havia a possibilidade de escolher para se comer, um dos três restaurantes da vila com parceria, tendo sido servidos com muita qualidade.

O almoço final de grupo decorreu junto ao Mercado Municipal também servido por um dos restaurantes aderentes e posso dizer que não faltava nada. ( Para mim melhor almoço em provas de BTT).

Os troféus eram engraçados, e ainda traziam um fim de semana de oferta, num complexo turístico da região.

O ponto negativo para mim que quero destacar é a demora na publicação das classificações, pois toda agente gosta de ver logo a sua classificação final.

No geral a prova esteve bem organizada, pelo seu STAFF, sempre simpático e atencioso com os atletas, por isso recomenda-se.

A prestação de Opraticante / Temiveis da Atalaia / Xekmate

A participação da equipa Opraticante / Temiveis da Atalaia / Xekmate na etapa de Sábado, a mais dura do evento, ficou registada com um 31º lugar com o tempo 4horas 09minutos e 48 segundos, sendo a equipa composta por Fernando Carriço e Rui Casquinha, BTT Seia foi a vencedora com um tempo de 3 horas 07 minutos e 52 segundos.

Odemira

No Domingo e último dia de Prova a participação da equipa Opraticante / Temiveis da Atalaia / Xekmate melhorou imenso fazendo um 24º lugar com o tempo de 03 horas 47 minutos e 04 segundos, tendo a equipa vencedora composta por Fernando Carriço e Rui Casquinha fazendo novamente 1º lugar com o tempo de 03 horas 03 minutos e 01 segundo.

Pódio colectivo das duplas

Na classificação final a equipa Opraticante / Temiveis da Atalaia / Xekmate terminou o evento em 24º lugar com o tempo total de 07 horas 56 minutos e 52 segundos.

BTT Seia foi a equipa vencedora, composta por Fernando Carriço e Rui Casquinha, que terminaram com 06 horas 08 minutos e 53 segundos levando para casa o troféu de 1º lugar, completaram o pódio Nelson Candeias e João Rodrigues – LitoralMotors.pt / Restaurante Retiro dos Caçadores – 6h14m17s e José Leite e Rui Sá – Ciclo Coimbroes – 6h21m45s.

Mais artigos sobre o evento.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Celso Mestre e José Domingues
Fotos: Celso Mestre / José Domingues / Organização

Parceiros

Deixe uma resposta