Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Pedro Pichardo no lugar ingrato do triplo salto

Pedro Pichardo terminou os Campeonatos Mundiais de Atletismo Doha’2019 no lugar mais ingrato, o quarto! Fora do pódio. Com um concurso forte, Pedro Pichardo saltou 17,62 metros, a sua melhor marca da temporada.

Contudo, Christian Taylor, acabou por defender o título com um salto de 17,92 metros, derrotando o compatriota Will Claye, que fez 17,74 metros, enquanto a surpresa surgiu com o atleta de Burkina Faso, Hugues Fabrice Zango, que saltou 17,66 metros, recorde de África!

Pela primeira vez na história dos mundiais um salto acima de 17,60 metros não chegou para o pódio

Para o atleta Pedro Pichardo, «a final de hoje estava com um excelente nível e aconteceu, fiquei em quarto. Não estava a conseguir fazer o ‘jump’ – o último salto, não conseguia fechar como é meu hábito».

Pedro Pichardo

Pedro Picharro «Este desfecho deve-se a um erro técnico»

«Este desfecho deve-se a um erro técnico, sentia o meu pé esquerdo pouco dinâmico», por isso concluiu manifestando a sua «desilusão. Nunca pensei que ficava em quarto. Já tinha dito que ficava triste sendo segundo ou terceiro, agora imaginem como me sinto ficando em quarto».

Contudo, o atleta já está a pensar no futuro. «Agora é descansar um pouco, ver o que coreu mal e começar a preparar Tóquio», referiu.

Texto / fotos: Federação Portuguesa de Atletismo

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta