Primeiro BiciPark em pleno funcionamento

BiciPark

BiciPark EMEL Parque do Lumiar

O primeiro dos 13 estacionamentos para bicicletas, que nas próximas semanas passam a constituir a Rede BiciPark da EMEL, está em pleno funcionamento, no Parque de Estacionamento do Lumiar.

Texto: Maria Teresa Loureiro
Foto: EMEL

Visualize também Lisboa expande sua rede de bicicletas

Primeiro BiciPark da rede de estacionamento para bicicletas da EMEL em pleno funcionamento

Com 22 lugares para bicicletas convencionais e dois lugares para bicicletas de carga (cargo bikes), bastando fazer o respetivo registo online através de O meu perfil EMEL, para ter acesso a este espaço prático e seguro.

O trabalho de pesquisa aos hábitos dos utilizadores e utilizadoras de bicicleta em Lisboa, desenvolvido no âmbito do projeto VoxPop, e com investimento suportado pelo projeto Sharing Cities, permitiu identificar as principais falhas sentidas pelas ciclistas e pelos ciclistas urbanos.

Nomeadamente o receio do furto e incerteza quanto à indisponibilidade de estacionamento.

Tendo este trabalho como base orientadora, a EMEL foca, agora, os seus esforços na implementação de uma Rede BiciPark nos seus Parques de Estacionamento, que ofereça maior segurança e comodidade nas deslocações na cidade de Lisboa.

Os 13 BiciParks da EMEL, que, nas próximas semanas irão proporcionar mais de 200 lugares, todos eles prevendo espaços de estacionamento para bicicletas de carga, foram pensados para maximizar a experiência de utilização.

Disponibilizando estacionamento seguro, reservado a utilizadores e utilizadoras previamente registados e registadas, em áreas de fácil acesso, perto da cabine do operador, e com suportes individuais que garantem a estabilidade à bicicleta, inclusive para bicicletas de carga.

BiciPark

Rede BiciParks da EMEL em 13 Parques

Lumiar; Telheiras Nascente; Telheiras Poente; Cosme Damião, Alto dos Moinhos; Teixeira de Pascoaes; Rego; Manuel Gouveia; Casa Vistoso; Sousa Pinto; Campo de Ourique; Graça e Chão do Loureiro.

Na EMEL estamos plenamente conscientes da importância que a bicicleta representa na mobilidade dos residentes e das residentes de Lisboa e de quem trabalha, estuda e circula na cidade, veja-se o grande aumento da utilização deste modo de transporte não poluente, prático e rápido no último ano.

A bicicleta é cada vez mais uma peça essencial de acessibilidade, colaborando, em muito, para a concretização do novo conceito das cidades 15 minutos, espaços urbanos com boa mobilidade, segura e descarbonizada, feita a pé ou em duas rodas (bicicleta e/ou trotineta).

Escolhemos o dia de hoje, Dia Mundial da Saúde, para fazer o ponto da situação da instalação da nossa Rede BiciPark em diversos pontos da cidade, que privilegia a segurança e acautela a proximidade dos transportes públicos.

Este é mais um investimento da Empresa na mobilidade urbana, que pretende contribuir para uma capital 15 minutos mais sustentável e cada vez mais verde.” declarações de Luís Natal Marques, Presidente do Conselho de Administração da EMEL.

Parceiros

Deixe uma resposta