Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Resistência de Terrugem encerra Taça Inter-Municipal

Ultima etapa da Taça Inter-Municipal 3H BTT Resistência BTT, chamada de Resistência de Terrugem, mais precisamente na pequena localidade de Alpolentim, uma zona mais rural.

Resistência de Terrugem

Resistência de Terrugem marcada com inicio para as 09H00, sofreu um atraso de 25 minutos devido ao elemento da firma de cronometragem se ter atrasado a chegar ao local da prova, nada de responsabilidade da organização do evento.

Mais uma vez mais, a organização da Resistência de Terrugem estava a cargo da ABIT – BTT Terrugem, que não deixou os créditos por mãos alheias e deliciou todos os participantes com um percurso desafiante, duro e técnico de cerca de 5.5 kms por volta realizada.

Percurso desafiante, duro e técnico fez delicias

O Atleta tinha pela frente um circuito dividido em 3 zonas, a fase inicial em que após sair da linha de Partida/Meta tinha uma longa reta em alcatrão para poder recuperar tempo e alongar-se na velocidade, a zona 2 onde o atleta circulava num trajeto de terra com zonas rápidas de trilhos entre a vegetação, já com algumas dificuldades de menor grau, com alguns drops de pedras, as ultrapassagens eram dificultadas pela utilização de singles tracks mas com boa vontade de quem ia ser ultrapassado dava para tudo.

Resistência de Terrugem

A maior dificuldade desta zona, era o piso escorregadio, devido a humidade e chuva, que tinha formado uma pequena camada de lama. Mas volta após volta e com o tempo a dar tréguas o terreno ia ficando cada vez melhor.

Após entrada nesta zona praticamente o percurso era quase sempre feito em single track, tendo o atleta aliar a técnica à força, pois nada ali era plano o que começava a marcar a diferença entre atletas volta após volta.

Deixando a zona de maior densidade florestal os atletas passavam para uma zona com vegetação mais rasa, com um terreno mais duro, com maior dificuldade física, pois era ali que estava praticamente a maior parte do acumulado da volta, a zona 3 do percurso. Na ligação destas duas zonas os atletas efetuavam uma descida bastante rápida em single track com pequenas curvas, fazia a delicia dos mais rápidos .

Zona 3 começava com uma subida longa

Zona3, começava com uma subida longa, a mais longa de todo o percurso, cortava-se a esquerda com um pouco de alcatrão que servia para recuperar o ritmo cardíaco e retomava-se aos trilhos, um sobe e desce constante, rápidas mudanças de direção com curvas apertadas, era um trabalhar conjunto de poder físico e técnica que o atleta tinha de fazer.

Nesta zona mais limpa em termos visual, existiam alguns sítios em que os Atletas podiam se avistar e tentar controlar os seus adversários diretos, ou até servir para ganhar algum animo psicológico e continuar a lutar para subir na classificação.

Após saída desta zona os atletas tinham um estradão enganador, pois o seu terreno parecia cola devido a qualidade arenosa e se encontrar molhado, com algumas poças era tempo de escolher a melhor trajetória e não acertar nos buracos. Passagem pela linha de meta onde se concentrava praticamente a maior parte do público, devido as assistências aos atletas e também os diferentes escalões que se preparavam para dar início as suas provas.

Resistência de Terrugem

Organização fez um circuito excelente na Resistência de Terrugem

Em minha analise, penso que a organização fez um circuito excelente, que estava pensado em dar ao Atleta o maior divertimento possível, com uma diversidade de situações, mediadamente as constantes mudanças de direção nos trilhos mais fechados pela vegetação, bem como a sua segurança, em termos de sinalização de percurso o suficiente para que não existam erros de navegação, placas e fitas nos sítios certos.

Início rápido da prova com o grupo a alongar-se de imediato e a começar a delinear-se posições na frente da prova. Ainda estava em aberto algumas classificações finais do Trofeu. A levar só um pequeno afunilamento na entrada de um estreito, mas tudo resolvido com calma, pois ainda existiam 3H de prova.

Resistência de Terrugem

OPraticante.pt / SFOA Cycle Team

Os atletas representantes da equipa OPraticante.pt / SFOA Cycle Team terminaram a Resistência de Terrugem em 8º lugar e em 36º lugar este último a não conseguir melhor prestação, devido a uma desistência por avaria mecânica, ambos a correrem no escalão Veteranos B.

 

Balanço positivo da Taça Inter-Municipal 3H BTT Resistência

A organização da Taça Inter-Municipal 3H BTT Resistência, fez um balanço das cinco provas que constituíram este ano de estreia, e já iniciou a preparação da segunda edição, prometendo para breve informação com várias  novidades, fica atento

Classificação.

Texto: Rui Bastos
Foto: Julio Cardoso – ABIT – BTT Terrugem

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta