Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

“Retrospetiva do cicloturismo 2014″

“Um ano cicloturistico cheio de adrenalina”
O ano de 2015 já começa a espreitar, 2014 está quase no final, e é tempo de fazer um balanço do que foi o ano cicloturistico, não podemos dizer que tudo foram rosas, que todos os eventos foram positivos, mas dentro da realidade e da situação atual do país, pudemos considerar que 2014 até foi um ano excelente, e tivemos bons eventos, grandes passeios.
O calendário da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) foi extenso, apesar de existirem alguns eventos de tradição que não se realizaram, tivemos muitas pedaladas, andamos um pouco por esse país, e apesar de gostarmos de poder estar em mais locais, nem sempre é possível, mas conseguimos marcar presença em cerca de 30 eventos.
Bem cedo marcamos presença, e logo no primeiro domingo de 2014 participamos no Primeiro Passeio do Ano no dia 5 de janeiro, um passeio que juntou várias centenas de participantes. Ainda neste mês estivemos em mais uma Assembleia Geral da FPCUB, bem concorrida, com mais um balanço muito positivo nas suas contas, e com mais um ato eleitoral, onde a direção foi mais uma vez reconduzida, a mais um mandato, com elogio pelo excelente trabalho e gestão feita ao longo dos anos.
Fevereiro mês por excelência na preparação da nova época, os passeios vão regressar em março, mas um evento tem marcado este mês, a tradicional Bênção Nacional do Ciclistas em Fátima, a sua 12ª edição mais um ano marcada pelo mau tempo, mas mesmo assim muitos fizeram questão de marcar presença, e não arredaram pé, mesmo com as mas condições climatéricas.
Chegou o mês de março, e logo no primeiro domingo dia 2, a nossa primeira saída, fomos fazer a abertura da época a Foz Côa, e participamos na 26ª Edição das Amendoeiras em Flor, um passeio de tradição, que este ano teve uma participação mais reduzida com cerca de uma centena de participantes. Neste mês tivemos a primeira baixa, Moscavide não realizou este ano o passeio, mas terminamos março no Pinhal Novo no dia 16, com uma participação de cerca de meio milhar de cicloturistas, também na sua 26ª edição.
Entramos em abril, e desta vez fomos até ao Penteado/Moita no dia 6, o Clube Recreativo local realizou o seu passeio, a 10ª edição juntou cerca de três centenas num passeio já de tradição, um passeio que em 2012 recebeu o “Prémio Notícias do Pedal”, galardão que pretende distinguir o melhor passeio. Estivemos no dia 12 na promoção do passeio “Eu vou de bicicleta ao Rock In Rio, com meio milhar a pedalar, e logo no dia seguinte a 13, fomos até à Charneca em Lisboa, para participar no passeio das Junta de Santa Clara, que apesar do forte nevoeiro e frio que fazia na altura, juntou mais de três centenas de cicloturistas. Mas o mês terminou em grande, e estivemos num passeio de grande tradição, fomos até Pombal, onde o Clube de Cicloturismo local juntou centena e meia, e proporcionaram um excelente passeio.
A chegada de maio, ficou logo marcada mo primeiro fim-de-semana com o 11º Congresso Ibérico “A Bicicleta e a Cidade”, durante três dias foram debatidos temas interessantes sobre a bicicleta, as condições para a mesma, terminando com um belo passeio pela capital.
A 11 fomos até à zona de Leiria, mais propriamente ao Brogal, onde o Grupo local realizou também o seu passeio, a 15ª edição, um passeio também de muita tradição, que juntou centena e meia num convívio sem dúvida muito interessante. Uma semana depois voltamos a Lisboa, desta vez num passeio sem dúvida muito bonito, o Núcleo de Cicloturismo de Alvalade realiza o seu 12º passeio, no passeio, filhos, pais e avós, e no mesmo dia leva para a estrada dois passeios, um para os mais preparados, outros para os menos rodados, no total juntou cerca de 250 participantes, entre eles os alunos da escolinha da bicicleta que este Núcleo dirige.
Iniciamos o mês de junho com um grande passeio, fomos até Marinhais, onde o Grupo os Cansados de Marinhais juntou cerca de 300 participantes, num passeio sem dúvida memorável, com homenagem a grandes ciclistas nacionais, e naturais da terra, António Leal e Militão Leal falecidos, e Manuel Simões atualmente com 80 anos, o qual marcou presença, a qual teve a companhia de outros dois grandes ciclistas, João Roque e Leonel Miranda, foram momentos altos que marcaram o 9º passeio de Marinhais.
A 8 marcamos presença noutro grande evento, desta vez fomos até Vila Nova de Cernache, perto de Coimbra para participar no 11º passeio de Cernache, mais um passeio de tradição organizado pela ADR Vilanovense, um passeio que juntou centena e meia, com um convívio exemplar. E a 23 novamente pela capital, desta vez no 15º convívio da Musgueira Norte, mais de três centenas de cicloturistas alegraram a capital, apenas a chuva torrencial que surgiu no final e estragou a festa marcou o passeio, mas muito positivo. E terminamos o mês na Costa da Caparica, o quarto passeio do Clube de Campismo de Lisboa juntou 200 cicloturistas, que num trajeto de 60 quilómetros forma percorridos alguns dos pontos mais importantes da região.
Em julho iniciamos a nossa presença numa terra de tradição ciclística, Pataias foi o local escolhido, e marcamos presença no 12º passeio da Casa do Benfica de Pataias, um evento muito positivo apesar de ter contado apenas com 120 participantes, o passeio é de tradição e marcou sem dúvida todos os que por lá passaram. A 20 fomos até Cascais, mais propriamente em Trajouce, onde o clube local levou para a estrada cerca de três centenas, este ano a celebrarem os 25 anos de passeios. E terminamos o mês em Torres Vedras, no 6º passeio do Clube de Campismo e Caravanismo de Torres Vedras, um passeio que este ano foi marcado pela homenagem a Joaquim Agostinho, nos 30 anos da sua morte.
Agosto é por excelência mês de poucos eventos, e a nossa presença foi marcada no Montijo, mais propriamente no Afonsoeiro, na sua 9ª clássica, Afonsoeiro/Canha/Afonsoeiro, um passeio que contou com 250 participantes, e terminamos na zona de Mafra, Montemuro marcou mais um ano a diferencia pelo seu passeio, a tradicional rota do queijo, juntou duas centenas e meia de participantes na sua 13ª edição, num convívio sem dúvida inesquecível.
Entramos em Setembro, a Moita foi o nosso destino, e participamos num passeio tradicional, uma clássica, e um dos mais antigos eventos cicloturisticos, este ano quase meio milhar comemorou a 30ª edição do passeio organizado pelo Grupo Moitense. Na semana da mobilidade estivemos a 17 em mais um Prémio Nacional das Mobilidade da Bicicleta, a sua 9ª edição mais um ano galardoou quem mais se distinguiu em prol da defesa da bicicleta numa organização da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB). E três dias depois, no dia 20, um grande passeio da mobilidade, 1600 evadiram a capital dando muita cor e alegria, também numa organização da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB). E terminamos o mês em Lisboa novamente, desta vez no Bairro da Boavista, no segundo passeio organizado pelo Clube Desportivo Lisboa e Águias, que junto 300 cicloturistas.
Entramos no último trimestre do ano, e logo no dia 5 participamos em mais um passeio da CGTP, 23 anos depois continua a ter muitos participantes, e três centenas estiveram num passeio de tradição. E terminamos o mês com mais um Mega Passeio, mais de 1700 cicloturistas participaram na 7ª edição Lisboa/Santarém, este ano superou tudo e todos, e é um passeio que promete sem dúvida continuar a aumentar de ano para ano.
E terminamos a época de 2014 este ano em novembro, no dia 9 em Lisboa na 4ª edição do Festival da Bicicleta Solidária. Num domingo que acordou muito nublado, onde a chuva marcou presença, mesmo assim, marcaram presença cerca de 800 amantes da bicicleta, muito também foram os que passaram pela Praça do Comercio também deixando o seu donativo, e no final conseguiu-se juntar cerca de 700 quilos de alimentos que foram entregues a uma instituição.
E chegamos assim ao final desta retrospetiva, num ano marcado por crise e muitas dificuldades, onde eventos considerados já clássicos este ano não se realizaram, também o desaparecimento de alguns grupo e equipas entristeceu a modalidade, mas fazemos votos de que os mesmos possam voltar, e que se voltem a realizar eventos que marcaram a modalidade ao longo de muitos anos.
Também este ano marcamos presença em eventos novos, estivemos em alguns pela primeira vez, eventos que marcam sem dúvida a maneira como são realizados, e a forma como recebem os seus participantes. Também, apesar da nossa equipa de reportagem ter sido sempre bem recebida em todos os eventos onde marcamos presença, este ano tivemos receções sem dúvida muito especiais em alguns eventos, o que mais uma vez agradecemos, e deixamos um grande obrigado pela forma carinhosa como nos receberam.
A pouco dias de terminarmos mais um ano, 2015 aproxima-se a toda a velocidade, nos descansamos agora um pouco, e carregamos baterias para o próximo ano, esperando poder continuar a trazer até vós sempre as melhores notícias e imagens nos momentos cicloturisticos do ano, ficando aqui os votos de Boas Festas desta equipa, com os desejos de, bons passeios, boas pedaladas.
Foto: Arquivo Notícias do Pedal

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta