Ruben Guerreiro segundo, João Almeida na luta

Ruben Guerreiro

O português Ruben Guerreiro (Education First-Nippo) foi esta sexta-feira segundo classificado na quinta etapa da Volta à Catalunha em bicicleta, ganha pelo alemão Lennard Kämna (BORA-hansgrohe), com o britânico Adam Yates (INEOS) a segurar a liderança da geral.

Texto: Lusa
Foto: Getty Images

Ruben Guerreiro faz segundo na quinta etapa da Volta à Catalunha

Depois de um dia dedicado à fuga, com dezenas de ciclistas a tentarem a sua sorte, foi Kämna, que já tinha tentado por várias vezes em outras tiradas, a levar a melhor, ao cumprir os 201,1 quilómetros entre La Pobla de Segur e Manresa em 4:29.13 horas.

A 39 segundos chegou Ruben Guerreiro, com o espanhol Mikel Bizkarra (Euskaltel-Euskadi) a fechar o pódio da tirada, num dia em que não se operaram mudanças no ‘top 10’ da geral.

Ruben Guerreiro
Ruben Guerreiro

Yates continua a liderar, à frente de dois colegas de equipa da INEOS: o australiano Richie Porte é segundo, a 45 segundos, e o britânico Geraint Thomas é terceiro, a 49, com João Almeida (Deceuninck-QuickStep) em sétimo, a 1.07 minutos.

Kämna acabou por rubricar nova vitória sonante

Num dia dedicado à fuga, após a etapa ‘rainha’ e a definição da geral com domínio da INEOS, Kämna acabou por rubricar nova vitória sonante, depois de uma tirada no Critério do Dauphiné e na Volta a França de 2020, à frente de 19 outros ‘resistentes’ da fuga.

Lennard Kämna

O mais inconformado em deixar o alemão seguir foi Ruben Guerreiro, que procurava a primeira vitória do ano, mas ficou-se pelo segundo lugar, que ainda assim o fez subir na geral para o 24.º posto.

João Almeida mantem-se na luta

A 1.59 minutos chegou um pelotão reduzido com os ciclistas nos primeiros lugares, do qual João Almeida foi logo o primeiro, com o 21.º posto, mantendo-se dentro do ‘top 10’ e na luta por melhores lugares até domingo.

João Almeida

O português segurou ainda a liderança da juventude, na qual tem 28 segundos de vantagem para o australiano Lucas Hamilton (BikeExchange), segundo.

No sábado, o pelotão enfrenta a sexta e penúltima etapa da 100.ª edição da corrida, entre Tarragona e Mataró, ao longo de 193,8 quilómetros, com apenas duas subidas categorizadas, ambas de terceira categoria.

Parceiros

Deixe uma resposta