Strava, 5 recordes incríveis registrados na app

Jax Mariash no deserto do Atacama - Foto: © Thiago Diz / 4deserts.com

Strava é sinónimo de “empenho” ou “esforço“, em sueco. E, ninguém se empenha tanto quanto os utilizadores abaixo.

Texto: Tarquin Cooper, adaptado pela Equipa Red Bull

Queres ver como é?

De uma maratonista que corre todos os dias desde 2013 ao ciclista que pedalou mais de 100.000 km num ano, esta rede social permite-te comparar o teu desempenho desportivo com qualquer outro atleta do mundo inteiro.

Hoje, trazemos alguns dos grandes ícones desta aplicação do Strava. Prepara-te para ficar de boca aberta e ganhar motivação extra em 3, 2, 1…

strava
Michael Wardian 7 maratonas – Foto: © World Marathon Challenge/Mark Conlon

Correr sete maratonas em sete dias, nos sete continentes

Quem: Michael Wardian.

Status: Destruiu o recorde anterior.

Michael Wardian percorreu sete maratonas num tempo médio de 2h e 45 min em Antártida, Punta Arenas (Chile), Miami (EUA), Madrid (Espanha), Marraquexe (Marrocos), Dubai (EAU) e Sydney (Austrália).

Os maiores obstáculos foram a falta de comida e o sono. Dormi cerca de 16 horas num total de sete dias de corrida e isso não é o ideal“, conta Michael.

Se tivesse dormido mais, poderia ter feito melhor“.

strava
Pete Kostelnick atravessa os EUA a pé – Foto: © Zandy Mangold

Percorrer os Estados Unidos a pé em 42 dias

Quem: Pete Kostelnick.

Status: Missão cumprida.

Atravessar os Estados Unidos já é um feito extraordinário por si só, pois trata-se de 4.800 km no total.

Porém, fazê-lo em 42 dias, como Kostelnick fez, e quebrar o recorde anterior após 37 anos significa correr quase três maratonas por dia.

Bem, eu definitivamente não vou voltar a correr“, afirmou aos jornalistas após terminar a aventura.

Jax Mariash no deserto do Atacama – Foto: © Thiago Diz / 4deserts.com

A primeira mulher a completar o Four Deserts Grand Slam Plus (Travessia dos Quatro Desertos)

Quem: Jax Mariash.

Status: Missão realizada com sucesso.

Eu tinha torcido o joelho, vomitado quatro vezes, desviado o caminho em 3 km e rastejei montanha acima para chegar ao checkpoint um“, conta.

E, isto aconteceu logo no seu primeiro dia pela selva do Sri Lanka.

Doze meses depois, Jax consagrou-se campeã das ultramaratonas pelo desertos do Atacama, Gobi, Namíbia e Antártida.

Joyce Lee corre há mais de 1500 dias sem parar – Foto: © Daniel McElmury Photography

A mulher que não pára de correr (desde 2013)

Quem: Joyce Lee.

Status: Parar é morrer.

Joyce Lee alcançou a marca de 500 km nos primeiros dois meses de 2017, segundo o seu perfil no Strava – e ela não pretende parar.

Embora o meu objetivo inicial fosse correr 365 dias consecutivos, eu não consegui parar.

Para ser honesta, eu acho que sou mais consistente a correr do que a passar fio dental diariamente“, afirma Joyce.

Rebecca Rusch no Kilimanjaro – Foto: © Pat R. Notaro

A primeira mulher a descer o Kilimanjaro de mountain bike

Quem: Rebecca Rusch.

Status: Missão efetuada com sucesso.

Rebecca Rusch está familiarizada com provas de resistência. Na verdade, não é à toa que ela é conhecida como a “Rainha da Dor“.

Por isso, quando ela afirma que esta missão foi uma das coisas mais difíceis que já fez na vida, nós não temos sequer dúvidas.

Juntamente com o aventureiro Patrick Sweeney, Rebecca demorou seis dias para completar a jornada, ida e volta, do pé ao topo – e do topo ao pé da montanha (5.895 metros de altitude).

Parceiros

Deixe uma resposta