Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Sunset Running de Vila do Conde anima Litoral

Não parece, mas o Verão está a terminar! Terminam os banhos de sol, as pessoas voltam às suas rotinas, os dias estão mais curtos e calor e tempo quente estão a dizer adeus. Para celebrar a despedida do Verão, não houve melhor forma do que uma corrida à beira-mar com o pôr do sol em linha do horizonte. Foi neste princípio base que Vila do Conde voltou a acolher a Sunset Running Vila do Conde.

Foto: Hélder Marques

Sunset Running Vila do Conde

O Sunset Running Vila do Conde foi uma organização da ProEvents e apoio da CM de Vila do Conde, JF Azurara, Árvore, Mindelo,Vila Chã e Labruge. Aos atletas era proposto uma corrida cronometrada num percurso com oito quilómetros de extensão ao longo dos passadiços de madeira ao longo da costa vila condense. Para os que desejassem uma caminhada tranquila ao final de tarde, havia ainda essa possibilidade com os caminheiros a percorrerem o mesmo percurso da corrida.

A equipa de OPraticante.pt esteve presente no Sunset Running Vila do Conde e agora apresentamos todos os detalhes sobre como tudo decorreu.

Foto: José Coutinho

Percurso pelo belo e inspirador litoral vila-condense

O Sunset Running Vila do Conde tinha partida em Labruge junto ao restaurante o Banheiro e tinha a sua chegada junto à praia da Azurara. O percurso entre estas duas localidades de Vila do Conde tinha a extensão de cerca de oito quilómetros.

O percurso desta prova estava assente quase na sua totalidade pela passagem nos passadiços que são marca característica desta zona onde para além de ser local de treino para alguns, caminhada e bem estar para outros é muito conhecido devido a ser um ponto de passagem no Caminho de Santiago e como tal não foi de estranhar ver durante a prova vários peregrinos a caminhar em direcção a Compostela.

Foto: José Coutinho

A principal dificuldade da prova estava logo no seu quilometro inicial com os atletas a terem de subir para o Castro de São Paio e onde a presença de degraus cortou algum do forte ritmo inicial.

Descendo do Castro, os atletas entravam em Vila Chã onde puderam passar junto a barcos de pesca que estavam na zona piscatória que marca esta localidade. A passagem sempre junto às praias que dominam esta zona foi muito bem-vinda.

Foto: Hélder Marques

A transição entre Vila Chã e Mindelo trouxe um pouco mais os atletas para a corrida em estrada e fora do passadiço. No Mindelo os atletas ficaram a conhecer os diversos espaços de restauração que dominam o local.

A última parte da prova foi talvez a mais calma com os participantes no evento a percorrerem o passadiço dentro da Paisagem Protegida Regional do Litoral de Vila do Conde e Reserva Ornitológica de Mindelo. Neste troço junto à praia da Árvore, muitas partes do passadiço tinham a presença de areia que obrigavam a cuidados extras.

Ultrapassadas estas dificuldades, os atletas rumavam à meta instalada na rua do Gaiato em Azurara.

Foto: Hélder Marques

Nuno Carvalho vence Sunset Running Vila do Conde 2019

A edição deste ano da corrida Sunset Running Vila do Conde foi disputada até aos seus instantes finais. Na dianteira da prova estiveram sempre Nuno Carvalho do Realense Futebol Clube e Chisoka Simões de OPraticante.pt-Afipre Team. Na linha de meta, o mais forte foi o atleta do clube bracarense que venceu a prova com 28:16min ficando Chisoka Simões a três segundos. Fechou o pódio, Gabriel António do Salgueiros Running com 29:13min.

Nuno Carvalho – Realense Futebol Clube – Foto: José Coutinho

Em declarações à imprensa, o vencedor da prova mencionou que mesmo estando em pré-época e a testar ritmos competitivos, a prova correu de feição e foi um bom teste.

Andreia Cunha vence competição feminina

Na vertente feminina do Sunset Running Vila do Conde, a vencedora foi a suspeita do costume nas provas da ProEvents neste ano de 2019, Andreia Cunha. A atleta que representa a Fisio fez uma prova segura sempre na dianteira e cortou a linha de meta isolada com um tempo final de 30:53min. Completaram o pódio, Liliana Rocha do RunRiver – Escola de Atletismo de Rio Tinto com 31:57min e Inês Pinto do DomingosMartins.pt com 32:49min.

Andreia Cunha – Fisio – Foto: José Coutinho

Após a prova, a vencedora mencionou que a prova correu bem, mas que foi um pouco trabalhosa, principalmente nas partes do passadiço onde tinham areia que causavam problemas para manter o ritmo.

A prova teve vencedores por escalão e estes foram os seguintes:

Na competição masculina venceram Carlos Gomes do Salgueiros Running (Séniores), Fernando Gomes do Vila do Conde (Vet I), Miguel Figueiredo da Fisio (Vet II), Francisco Santos do G. D. Leões da Agra (Vet III), Pedro Vicente do (Vet IV), José Monteiro do Lustosa (Vet V) e José Magalhães do Associação Moinho de Vermoim (Vet VI).

Na competição feminina triunfaram Marta Marques do Salgueiros Running (Séniores), Sara Nunes do Afis/Ovar (Vet I), Margarida Monteiro da Pixelcar (Vet II), Rosa Coelho do (Vet III) e Conceição Mano (Vet IV).

Chisoka Simões – OPraticante.pt/Afipre Team – Foto: José Coutinho

OPraticante.pt/Afipre Team

O nosso projecto esteve representado no evento através da parceria com a equipa Afipre Team. No total estiveram presentes oito atletas a representar as nossas cores e que no final se traduziram em três pódios. Para além do segundo lugar da classificação geral de Chisoka Simões como já foi mencionado, a nossa equipa obteve ainda o terceiro lugar no escalão de séniores por parte de Luciano Pena e o terceiro lugar no escalão de Veteranos I por parte de Hélder Borges.

Destaque ainda para os quartos lugares de Marco Andrade no escalão de veteranos I e de António Rodrigues no escalão de veteranos V.

Eis os resultados completos das atletas que nos representaram:

Chisoka Simões (2º geral) – 28:19min # Luciano Pena (7º geral / 3º sénior) – 30:24min # Hélder Borges (19º geral / 3º Vet I) – 32:00min # Marco Andrade (22º geral / 4º Vet I) – 32:16min # Paulo Abreu ( 45º geral / 5º Vet II) – 35:27min # António Rodrigues ( 52º geral / 4º Vet V) – 35:57min # Mário Peres ( 71º geral / 20º sénior) – 38:36min # Nuno Fernandes (100º geral / 23º sénior) – 42:40min.

Foto: José Coutinho

Prova com boa organização, mas marcada por alguns atrasos

O Sunset Running Vila do Conde apresentou mais uma vez uma organização simples e esmerada por parte da ProEvents e não fossem os atrasos que marcaram o evento e seria uma organização sem mácula.

O secretariado da prova estava colocado junto à meta em Azurara e o levantamento do dorsal decorreu sem problemas e sem demoras. Depois de serem atendidos por um staff simpático e bem-educado, os atletas traziam em mãos o kit de atleta que era composto por um saco que continua uma t-shirt técnica fluorescente, o dorsal com chip e ainda folhetos promocionais do local e variada publicidade. Após a prova, os atletas recebiam para além da medalha finisher, água e uma bola de Berlim. Para um preço de inscrição de 8/10 euros, o que os atletas recebiam está a um nível aceitável.

Tanto na partida como na chegada, todo o local estava bem isolado e sinalizado. Essa boa sinalização estendeu-se aos percursos da prova onde por meio de fitas ou placas, nunca houve dúvidas que direcção tomar.

Foto: José Coutinho

Cuidado ambiental presente no evento

A prova teve um abastecimento de águas ao quilómetro quatro em Mindelo onde foi talvez a zona do percurso onde se viu alguns aplausos da população e ainda a presença de dois tocadores de concertina que animaram os presentes. Nota ainda para a presença de voluntários a recolher as garrafas vazias do chão.

O local de partida era espaçoso que baste para que os atletas aquecessem à vontade e na chegada era também grande espaço para os atletas terminarem a sua prova e pudessem descansar sem atropelos. Nota ainda para a presença de massagista para a recuperação dos atletas.

Foto: Hélder Marques

Atrasos para e na partida marcaram o evento

A única falha a apontar ao evento são os atrasos que aconteceram antes da prova. A organização colocava ao dispor dos participantes, transporte de Azurara para Labruge, contudo, estes não conseguiram escoar o grande número de participantes a tempo da partida da prova às 17horas.

Com este atraso no transporte dos atletas para o local de partida, a prova começou com um atraso de quase trinta minutos. Aqui divido as culpas tanto pela organização como pelos participantes. A organização porque era necessário terem colocado um transporte mais adequado para o grande número de participantes e aos participantes na medida que estava anunciado que o último transporte era às 16horas, contudo as pessoas teimam em chegar sempre em cima da hora às provas.

Foto: José Coutinho

Cerimónia de entrega de prémios ao “jeito” de festa popular

O Sunset Running Vila do Conde apresentou uma cerimónia protocolar diferente do habitual. A entrega de prémios decorreu durante uma festa popular que acontecia no Parque das Merendas em Árvore. Apesar de estarem poucos participantes presentes, estavam os atletas dos pódios e poucos mais, a festa fez-se por entre uma música mais popular, uma cerveja fresquinha e uma comidinha com aquele toque caseiro. São iniciativas destas, mesmo que simples que servem para aproximar o ambiente do atletismo das pessoas locais, devendo ser esse um dos principais objectivos das corridas populares.

Foto: José Coutinho

Uma prova com apelo às raízes

Se há algo a destacar no calendário da ProEvents é a sua tentativa de descentralizar as suas provas e fazer com que estas saiam das grandes cidades e aconteçam em locais que embora possam ser considerados subúrbios, ou de estadia sazonal são locais ricos em cultura e história. Um dos objectivos das provas populares para além de aproximar o desporto dos habitantes locais como disse em cima é também dar a conhecer o território.

Esta corrida Sunset Running Vila do Conde foi um bom exemplo disso pois ao longo do seu percurso que já por si foi colocado num passadiço quase conhecido mundialmente devido a ser parte do Caminho de Santiago, deu a conhecer as vivências e raízes locais. O negócio sazonal e da diversão da praia, a vida dura da pesca, animação local, de tudo um pouco se conheceu desta zona litoral neste evento.

Foto: José Coutinho

Corrida Sunset Vila do Conde, uma prova que fecha o Verão em estilo!

Quem queria dizer adeus ao Verão com uma corrida ao fim de tarde, conseguiu-o fazer nesta prova. Todos os ingredientes para um bom evento estão presentes, beleza do percurso, belas paisagens, acessível a todos os níveis de atletas, o facto de ser uma extensão curta, tudo isso são características que acrescentam a este evento.

É uma prova que necessita de melhorar a logística do transporte dos atletas pois não começa e acaba no mesmo lugar. Acredito que uma melhor solução será pensada para se resolver este tipo de problemas.

Sunset Running Vila do Conde
Foto: José Coutinho

No que toca a afluência da prova, esta foi de 146 atletas finalizadores, sendo um número igual do ano passado. Nunca será um evento para grandes afluências na prova cronometrada pois as características da prova não o permitem. Mas já se sabe que quem não quiser correr pode sempre participar na caminhada e usufruir e apreciar o belo litoral vila-condense e foi o que fizeram muitos, pois o evento tinha muitos presentes na caminhada. Mas já se sabe, seja a correr seja a caminhar o importante é sair do sofá e fazer exercício físico.

Texto: Nuno Fernandes
Fotos: Hélder Marques / José Coutinho

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta