Terra do Pão, um belo passeio de BTT

Terra do Pão

Foto: Carina Sousa Fotografia TT

Dia 14 de Abril dia de “ Trilhos Terra do Pão ”, pacata freguesia de nome Salvada do distrito de Beja realizou o seu VII passeio de BTT.

Como tem vindo a ser “Habitué”, o povo é de enorme paixão, vive-se, sente-se que são pessoas que honram a sua aldeia e ajudam no que for preciso.

Trilhos Terra do Pão

Cerca de 200 participantes deslocaram-se á salvada para desafiarem novamente o “ Rio Guadiana ” pelos “ Trilhos Terra do Pão ”.

Deixo aqui alguns testemunhos dos participantes neste evento desta manhã desportiva.

Foto: António Tobias – BTT-TV

Trilhos Terra do Pão, prova muito bem desenhada, durinha

Pedro Amaral da equipa Escola Triatlo Évora começou por dizer:

À partida dos “ Trilhos Terra do Pão ”, um grande nevoeiro como é característico da zona, que acabou por desaparecer com a passagem dos primeiros quilómetros, que foram a ritmo alucinante, pois eram maioritariamente a descer, seguiu-se uns trilhos junto ao rio Guadiana, onde a organização não poupou esforços para que fossem inesquecíveis, muito bem desenhados e com um grau elevado de técnica, onde quem não a tinha perdia metros a olhos vistos.

Pedro Amaral – Foto: Ciclo Magazine

Acrescentando “Depois de ultrapassadas as dificuldades junto ao rio apareceu um constante parte pernas até aos últimos quilómetros onde na parte final de rolou a alta velocidade até às Salvada.

Foto: João Pereira BTT-TV

Na minha opinião uma prova muito bem desenhada, durinha, onde a marcação do percurso esteve sempre bem presente e que não suscitava dúvidas por onde seguir. Sempre com pessoal da organização espalhado pelo percurso a dar indicações sobre as zonas perigosas e dos tempos para os primeiros atletas. Com os abastecimentos nos sítios certos, grande diversidade de alimentos. Uma organização ao mais alto nível que proporcionou uma excelente manhã de BTT no nosso Alentejo.” concluiu Pedro Amaral.

Nelson Mestre, membro da organização, efectuou o balanço sobre o evento.

Um dia bastante positivo o pessoal adorou os trilhos novos, como a passagem da barragem do Aurora, Singles Tracks junto ao Rio Guadiana em que os participantes poderam observar umas paisagens espetaculares, bem como a passagem pelo Monte do Vau.
A meia maratona tinha 44km com 800 acumulado e a maratona tinha 74km com 1400 acumulado.
O início da prova era rolante até ao Km 6, a partir daí vinham as dificuldades e os singles tracks.”

Nelson Mestre

Queria agradecer a OPraticante.pt por ter sido nosso parceiro média, contribuindo com o seu trabalho para uma maior visibilidade do evento, e também à BTT TV, Fotos Carina Sousa, a Mariana Lampreia e a Elsa Cristina-Jose Chambel, pelo trabalho fotográfico realizado.
E um agradecimento grande nossos patrocinadores e ao nosso Staft, pois sem eles não era possível a realização deste evento.
Para o ano cá estaremos para os recebermos e com mais novidades.

Foto: Vítor Bigodinho – BTT-TV

Maratona – 70 kms

Nuno MendesCasa do Benfica de Almodôvar – 02h51m42s foi o grande vencedor, seguido de Nuno Fitas do Lusitano Ginásio Clube – Ciclismo – 02h51m53s, com quem disputou uma final emocionante, em que ambos se empenharam por obter a vitória, Valter Santos do BTT Ferrobico – 03h05m11s obteve o 3º lugar, entre 31 participantes.

Foto: Mariana Lampreia

Não existiram mulheres corajosas para esta distância

Meia – Maratona – 45 kms

Participaram 138 atletas masculinos, sendo vencedor da meia maratona, Diogo PereiraBTT Team xco S.U.Colarense com 01h45m59s, seguido por André SantosClube BTT Grândola – 01h46m33s e Rui SerranoCB Grândola – 01h46m37s, estes dois atletas proporcionaram como na Maratona uma final que levou ao rubro o público presente, que os incentivou e aplaudiu o seu esforço final, quatro segundos os separaram.

Neuza ReisCasa Benfica Grândola – 02h24m44s foi vencedora da meia maratona, seguida de Isa Lourenço da equipa Grupo Desportivo Ameixialense – 02h40m11s e Sónia Basílio AlmaçaTeam Escala Visual – 02h45m36s das cinco corajosas senhoras que participaram.

Pódio geral

Sónia Basílio Almaça publicou na sua página “Ainda não tive oportunidade (tenho agora) de agradecer a forma como fui recebida na Salvada pela primeira vez como participante.
Dos trilhos mais lindos onde pedalei até hoje. As cores, os sons, as paisagens vão ficar memória e na vontade de regressar.
Deu um 3°lugar à geral e 2°lugar no escalão.
Mas que domingo mais bem passado!!
Parabéns uma vez mais à Organização.

Foto de capa da autoria de Carina Sousa Fotografia TT

Página da organização.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Horácio Correia
Fotos: Carina Sousa Fotografia TT / BTT TV / Mariana Lampreia / Elsa Cristina-Jose Chambel

Parceiros

Deixe uma resposta