Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq
Coluna Esq

Verdadeiramente numa ‘prova de emoções’ este trail

A menos de um mês para o início da edição de 2020 do Louzantrail (7 e 8 de Março, Serra da Lousã), o evento – que integra pelo segundo ano o circuito internacional Golden Trail National Series – verdadeiramente está a poucas inscrições de esgotar (tal como nos anos anteriores), contando com mais de 23 nacionalidades entre os 1450 participantes.

verdadeiramente
Foto: Fotos do Zé

Louzantrail

Com o Ultra Louzantrail, de 43 km com 3200 metros de desnível positivo, esgotado há mais de um mês e as restantes provas (Louzantrail Longo, de 30 km com 2000 metros de desnível positivo; Louzantrail Curto, de 18 km com 1200 metros de desnível positivo; o Youth Trail; caminhada; e Corrida dos Rapozinhos) com uma ocupação que vai dos 40 aos 98%, prevê-se que o Louzantrail parta a 7 e 8 de Março completamente esgotado, à semelhança dos anos anteriores.

Este ano, a organização, a cargo do Montanha Clube, destaca o aumento significativo do número de atletas estrangeiros, de 23 nacionalidades a figurar entre os 1450 participantes que irão explorar os trilhos ancestrais da Serra da Lousã.

Foto: Miro Cerqueira

Quem quiser aproveitar para “fazer o gosto à perna” pelos trilhos da Lousã, só mesmo em modo caminhada ou no Youth Louzantrail, com esta última distância a ser uma das novidades apresentadas pela organização na edição deste ano.

Trata-se de um percurso de 11 km, com cerca de 850 metros de desnível positivo, que tem como objetivo alargar o evento não só aos mais jovens, como a todos os corredores que querem experimentar correr no meio da natureza”, justifica Ana Sêco, da organização.

verdadeiramente

Louzantrail verdadeiramente numa ‘prova de emoções’

Já sobre a afirmação internacional do evento, Ana Sêco refere que se deve “não só o facto de a prova de 30 km integrar, pelo segundo ano consecutivo, o circuito Golden Trail National Series, mas também a qualidade do evento e a envolvente Serra da Lousã, que o transforma verdadeiramente numa prova de emoções’”.

Neste contexto, para quem conseguiu fazer parte dos 1450 participantes e para quem não conseguiu, mas quer fazer a festa do trail na Lousã, a organização deixa algumas sugestões: “Visitem as Aldeias do Xisto, a Igreja Matriz da Lousã, o Palácio dos Salazares, o Castelo de Arouce ou as Ermidas da Nossa Senhora da Piedade.

Romeu Gouveia

Já no que diz respeito a gastronomia, é correr atrás do cabrito assado em forno de lenha, das castanhas e do famoso Mel da Serra da Lousã (DOP); da chanfana, dos Talasnicos, das castanhas com cabrito; das aguardentes de pêra e de mel; dos Serranitos e das broinhas-doces.

Hugo Bia – Foto: Fotos do Zé

Com a ocupação hoteleira próxima dos 100%, locais como o Talasnal Montanhas de Amor, o Quintal de Além do Ribeiro ou o Lousã Boutique Hotel provavelmente terão de ficar para uma próxima visita, o que demonstra o impacto do evento na região; mas há sempre um turismo rural, um alojamento local ou a Pousada da Juventude como opções de última hora.

Luis Mota – Foto: Fotos do Zé

Quem já garantiu o seu lugar há muito foi a elite internacional e nacional até porque o Ultra Louzantrail e o Louzantrail Longo integram, respetivamente os circuitos nacionais de trail ultra e de trail.

Inscrições.

Regulamento.

Evento 2020.

Página do evento.

Sitio oficial do evento.

Texto: Ana Águas
Fotos:

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta