Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

10.000 encheram as ruas de Lisboa

estrada
Este ano um pouco mais de 10.000 encheram as ruas de Lisboa na 8 edição da corrida São Silvestre de Lisboa, numa organização da HMS SPORTS. Pelas 17.30 teve início a prova principal na extensão de 10.000 metros. Estando também programada uma prova dos mais pequenos com idades entre os 5, e os 13 anos.

Com a partida e chegada na Avenida da Liberdade, prometeu e foi uma grande festa de atletismo, com maior número de participantes a corta a linha da meta. Este ano foi com tons de verde que se pintou a Avenida da Liberdade e toda a Baixa Pombalina. Este ano desfrutei mais da corrida, não fui com o stress do tempo gasto,fui nas calmas porque ainda estou a recuperar de uma lesão.
Da participação nesta prova assinalo o ambiente vivido entre os atletas.

Pela positiva amizade, o carinho dos atletas, a força, e o apoio durante a prova uns aos outros, nunca deixando ninguém desanimar, porque quando começamos a subir avenida da liberdade já levamos 7 km nas pernas e custa um pouco, mas à sempre alguém, que não nos deixa desanimar.

A parte negativa é a falta de cuidado das pessoas que estão assistir a prova, que teimam em atravessar a rua, quando os corredores estão em plena prova, têm que haver respeito e acima de tudo primar pela segurança e evitar acidentes desagradáveis para os corredores, como para os transeuntes.

Em masculinos foi Hermano Ferreira do Sporting CP a vencer, num belo despique que o seu colega de equipa Rui Silva não aguentou, ficando em segundo, com o terceiro a ser para João Pereira do SL Benfica, em femininos Dulce Félix do SL Benfica foi a vencedora depois de ter andado uns quilómetros acompanhada de Jéssica Augusta do Sporting CP, que até esteve no comando feminino, apanhou-a e prosseguiu rumo à vitória, não tendo a Jéssica conseguido a reacção necessária para contrariar, a fechar o pódio Salomé Rocha do SL Benfica.
No duelo homens versus mulheres, os homens levaram a melhor mercê a vitória de Hermano Ferreira.
Que posso dizer mais, que é bom chegar a meta e sentir o prazer de ter acabado mais uma prova.

Texto: Carla Palmeiro
Foto de: José A. Carvalho

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta