Ciclismo mais verde, mas com moderação, UCI recua

ciclismo mais verde

Lançar bidon, regras alteradas

As recentes medidas para um ciclismo mais verde, que foram impostas a 1de abril pela UCI, deu origem a muitos protestos por parte de ciclistas e equipas.

Medidas muito rigorosas, por posições não aceites enquanto se pedalava, o lançamento de lixo fora das zonas estipuladas, ou mesmo um arremesso de um simples bidon a um fã, o que dava logo direito a expulsão.

Texto: José Morais – Noticias do Pedal
Foto: Getty Images

UCI recua nas medidas rigorosas para um ciclismo mais verde

Em reunião esta quarta-feira o Concelho do Ciclismo Profissional com a UCI, e representantes dos ciclistas e organizadores de provas, decidiram rever algumas medidas UCI, o qual teve um voto a favor de se fazer um ajuste às sanções impostas.

As novas regras, tendo como objetivo o de criar uma modalidade mais verde, provocaram alguns dissabores a alguns ciclistas, o caso do suíço Michael Schär (AG2R Citroën) na Volta a Flandres que foi de imediato desclassificado após ter mandado um bidon fora solicitado por um expetador.

Nesta reunião a UCI decidiu que não vai voltar a expulsar ciclistas, que fora das zonas permitidas, arremessem bidons.

A expulsão será substituída por multa no primeiro delito, isto para provas de um dia:

na primeira infração a levar uma multa, com penalização de pontos para o ‘ranking‘ mundial;

e na segunda infração, aí sim será a desclassificação do ciclista, algo que até agora neste tipo de provas era de imediato a desqualificação, com o ciclista a ter de abandonar logo o pelotão, o caso de Michael Schär na Flandres.

ciclismo mais verde

Porem, as corridas por etapas também serão penalizadas, mas mais gradualmente, a primeira infração será uma multa e retirados pontos do ranking, na segunda será penalizado com um minuto na geral, e a desqualificação se fizer uma terceira vez.

A UCI ficou satisfeita por se ter encontrado uma solução aceitável, após diversas conversas com todas as partes interessadas.

A UCI julgou mais apropriado adaptar as novas regras sanções sobre o lançamento do bidon, independentemente de um dos objetivos ser tonar o ciclismo uma responsabilidade ambiental, é essencial ainda a segurança dos ciclistas e do público, afirmou o presidente da UCI, David Lappartient.

As novas medidas aprovadas agora por ambas as partes passaram a entrar em vigor já no próximo sábado 17 de abril.

Parceiros

Deixe uma resposta