Crucible Theatre abre para o Campeonato do Mundo de Snooker

Foto: Getty Images

Está aí o Campeonato do Mundo de Snooker! Durante 17 dias, os 32 melhores jogadores do planeta medem forças no Crucible Theatre, em Sheffield, Inglaterra, no que promete ser, uma vez mais, um torneio inesquecível.

Texto: Vasco Simões | Discovery Networks
Foto: Getty Images

Está aí o Campeonato do Mundo de Snooker!

De 17 de abril até 3 de maio acompanhe as melhores tacadas sobre o pano verde, em exclusivo, no Eurosport. São mais de 150 horas de cobertura, em direto, da 45.ª edição do Mundial, 15.ª e última prova de ‘ranking’ da temporada.

As principais estelas do circuito têm presença garantida no torneio.

É o caso do hexacampeão do mundo Ronnie O’Sullivan, que está de regresso ao ‘Teatro dos Sonhos’ para defender o título conquistado na edição passada.

John Higgins, tetracampeão do mundo, Mark Selby, tricampeão do mundo, ou Judd Trump, campeão do mundo em 2019 e atual número 1 do ‘ranking’, são outras das grandes figuras que prometem brilhar nesta edição do World Snooker Championship.

Foto: Getty Images

Jogos no Crucible Theatre voltam a ter público nas bancadas

O Mundial de Snooker vai contar de novo com o calor humano dos fãs.

A campanha de vacinação no Reino Unido, que se encontra num estado bastante avançado, permitiu à organização anunciar a presença de público nas bancadas.

Durante a primeira fase de encontros, essa presença estará limitada a 33% da lotação da sala, enquanto a partir da segunda ronda o valor sobe para 50%.

A partir dos quartos-de-final e meias-finais a percentagem de espetadores passa para 75.

Para a grande final a organização conta ter a totalidade dos 980 lugares do Crucible ocupados durante os dois dias de jogo.

No entanto, aqueles que pretenderem ver os duelos de snooker ao vivo terão de realizar um teste à Covid-19 à chegada e apresentar um resultado negativo.

Fãs com menos de 18 anos, adultos mais vulneráveis e mulheres grávidas não poderão aceder ao torneio.

Os jogos do Mundial discutem-se à melhor de 19 ‘frames’ na primeira ronda, enquanto os da segunda ronda e quartos-de-final jogam-se à melhor de 25 ‘frames’.

As meias-finais são discutidas à melhor de 33 ‘frames’ estando para a final reservado um duelo à melhor de 35 ‘frames’.

O vencedor leva para casa um apetecível prémio de 500 mil libras esterlinas, qualquer coisa como 550 mil euros.

Crucible Theatre

Ronnie O’Sullivan 37 títulos, algo inédito da modalidade

Na final de 2020, Ronnie O’Sullivan deu um recital de snooker vencendo Kyron Wilson por 18-8.

Foi o sexto título mundial do jogador inglês que garantiu ainda o 37.º título de ‘ranking’ da carreira, algo inédito da modalidade.

Parceiros

Deixe uma resposta