Dinamarca derrota Portugal e adia sonho português

Dinamarca

Formação lusa realizou, hoje, o seu quarto jogo do Torneio Olímpico, frente à Campeã do Mundo, Dinamarca, que culminou com uma vitória nórdica por 28-34.

Visualize também 

Medalha nos Jogos, a ambição da seleção Nacional de andebol

Texto: Federação Portuguesa de Andebol

Portugal sai derrotado frente à Dinamarca

Foi Mikkel Hansen quem inaurgurou o marcador, no Pavilhão Yoyogi, com André Gomes a repor a igualdade, no entanto, a formação nórdica acabou por chegar a um parcial de 4-1.

À passagem dos seis minutos, Gilberto Duarte acabou por reduzir para a margem mínima, quando o marcador assinalava (6-7) mas, os dinamarqueses acabaram por voltar a ampliar a diferença através de Gidsel (7-10).

Aos 10 minutos, há troca de guarda-redes na baliza lusa, com a saída de Gustavo Capdeville e entrada de Humberto Gomes, e Portugal contava com dois golos de diferença perante o adversário.

Cinco minutos mais tarde, Portugal perdia por 9-13 e iniciou a sua recuperação e aproximação reduzindo por Alexis Borges para 11-13.

Dinamarca

O encontro manteve-se bastante equilibrado, até que na reta final do encontro, com um parcial de 4-1, Portugal acaba por reduzir para a margem mínima e sai para o descanso a perder por 19-20.

No segundo tempo, a Dinamarca entrou a marcar mas Portugal voltou a reduzir pela mão de Alexis Borges após uma grande defesa de Humberto Gomes.

Com seis minutos volvidos, os nórdicos lideravam por 20-22, altura em que Gustavo Capdeville entra para defender um 7 metros executado por Mikkel Hansen.

Os Heróis do Mar voltam a reduzir para a margem mínima (21-22) mas os nórdicos acabam por ampliar a diferença para 21-27, aos 47 minutos de jogo.

Portugal demorou bastante tempo para reagir através de Fábio Magalhães, reduzindo o diferencial.

A Dinamarca manteve o ritmo até ao final e acabou por fechar o encontro com 28-34 no placar.

Com quatro golos marcados, Diogo Branquinho, foi o melhor do conjunto luso.

Dinamarca

“…jogámos contra o Campeão do Mundo…”

Humberto Gomes, uma das figuras do jogo, afirmou: “Foi pena o resultado, nota-se que a nossa equipa está a subir de jogo para jogo.

Jogámos contra o Campeão do Mundo, temos coisas para nos orgulhar e coisas para melhorar.

Temos no domingo um jogo muito importante para conseguirmos carimbar esse passaporte.

“…espero ficar cá até ao final.”

Paulo Pereira, Selecionador Nacional, destacou: “Enfrentámos os melhores atletas que existem na modalidade, estivemos a lutar pelo jogo a maior parte do tempo, mas temos que reconhecer que estamos perante um grau de dificuldade elevado.

Hoje tive boas sensações, conseguimos aplicar outro formato de jogo, recuperámos o controlo do ataque, tivemos excelentes momentos de defesa e espero ficar cá até ao final.

Rui Silva completou frente à Dinamarca 100 internacionalizações

Rui Silva, capitão da Seleção Nacional, que completou hoje 100 internacionalizações por Portugal, refere: “Já sabíamos que ia ser muito difícil.

Que tínhamos que estar muito perto da perfeição para conseguirmos equilibrar o jogo até ao final, acabámos por quebrar um pouco na ponta final.

Sempre será um orgulho representar o meu país, poder fazer as 100 internacionalizações em Tóquio ainda mais e espero que as pessoas sintam o mesmo” – rematou.

Portugal volta a entrar em campo, no dia 1 de agosto, à 1h00, frente ao anfitrião Japão, com transmissão na RTP1, para conquistar um lugar nos 1/4 de final deste Torneio Olímpico.

Parceiros

Deixe uma resposta