Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Federação Internacional lança desafio de paracanoagem

A comunidade internacional da Paracanoagem, através da Federação Internacional da modalidade (ICF) e em parceria com a Federações Nacionais, está a promover o evento “Paracanoe Ergometer Challenge” para os atletas da Paracanoagem.

Sejam praticantes recreativos ou de elite, e independentemente da sua classe desportiva, os interessados podem comparar-se com outros atletas numa distância de 500 metros em ergómetro, compartilhando os seus resultados com a comunidade.

Federação

“Paracanoe Ergometer Challenge” um desafio da Federação Internacional

Este desafio oferece aos atletas a oportunidade de promoção de intercâmbio internacional com outros atletas, sendo também uma oportunidade para atletas de fora da elite, comparar o desempenho com os melhores atletas do mundo, e visa motivar e desafiar o espírito competitivo dos atletas durante este ano, tendo em conta a situação de pandemia originada pelo COVID-19, que infelizmente suspendeu toda a competição internacional, e nacional em alguns países.

Para mais informações consulte a nota explicativa e regulamento em fpcanoagem.pt.

Consulte o regulamento – Paracanoe Ergometer Challenge INFO_POR

Norberto Mourão um dos paracanoistas Portugueses com Luís Carlos Cardoso da Silva

Paracanoagem

A paracanoagem surgiu no início do século, a partir da ideia de inclusão proposta pela ICF que junto com a International Va Federation (IVF) realizou ações que possibilitaram a participação de atletas deficientes em competições convencionais.

Em 2009 foi lançado o Programa de Desenvolvimento da Paracanoagem, que promoveu a expansão do paradesporto a nível mundial. Neste mesmo ano ocorreu a primeira exibição da canoagem adaptada no IFC Canoe Sprint World Championships, em Dartmouth, Canadá, do qual participaram onze nações.

No ano seguinte, junto ao mesmo campeonato, que ocorreu em Poznan (Polônia), a prática adaptada esteve presente, com a atuação de 28 nações em busca de medalhas.

Como consequência do sucesso, ficou garantida a vaga para as Paralimpíadas do Rio de janeiro, em 2016. Em 2011 houve um aumento dos países participantes no campeonato mundial para cerca de 70.

E em 2015 a IFC estruturou a classificação que foi utilizada no evento do Rio de Janeiro – o trabalho foi realizado em um período de dois anos e meio.

Ainda nesta primeira participação apenas as provas com caiaque estiveram presentes, mas a Federação acabou inserindo as canoas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio (2020), que foram entretanto adiados devido ao COVID-19.

Visualize também

Razões, nove para praticar canoagem

Texto / foto: Federação Portuguesa de Canoagem

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta