Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Frederico com subida considerável no ranking mundial

Frederico Morais alcançou esta sexta-feira o 9.º posto no QS10000 de Pantín, na Galiza. O surfista português só foi travado nos oitavos-de-final da prova espanhola, conseguindo, assim, o melhor resultado do ano no circuito de qualificação mundial (WQS), em termos pontuais.

Frederico Morais obteve o melhor resultado do ano

Depois de na quinta feira ter ultrapassado duas rondas, rumo às fases finais da etapa galega, ao início da tarde de sexta feira, Kikas acabou por perder no duelo frente a Jake Marshall. Apesar de ter conseguido uma prestação sólida, com um total de 13,83 pontos em 20 possíveis, o surfista português foi superado pelos 15,66 do jovem norte-americano.

Apesar da derrota, Frederico conseguiu amealhar 3700 importantes pontos para o ranking e ainda 3550 dólares em prémio. Este foi, assim, o melhor resultado da temporada de Kikas em termos de circuito de qualificação, e vai permitir uma subida considerável no ranking, onde é atualmente 47.º classificado. Nas contas entra também uma vitória no QS3000 de Santa Cruz, que lhe rendeu 3000 mil pontos.

Frederico Morais
Frederico Morais

Portugueses em prova

Em prova em Pantín também estiveram Miguel Blanco, que foi eliminado na ronda inaugural, e Vasco Ribeiro, que perdeu na 2.ª ronda. Já na prova feminina, a melhor surfista da armada lusa foi Carol Henrique, com um 25.º posto final. Teresa Bonvalot terminou no 37.º lugar e Camilla Kemp no 49.º.

Próxima etapa será nos Açores

O circuito WQS segue agora para os Açores, onde se irá realizar um QS6000 de 17 a 22 deste mês, onde estarão em prova vários surfistas portugueses. Dias depois, de 24 a 29, será a vez de a Ericeira receber o próximo QS10000 – evento de categoria máxima -, que terá um carácter importantíssimo para as contas da qualificação para o Circuito Mundial de 2020.

Texto: Associação Nacional de Surfistas
Fotos: WSL

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta