Hamaliy travada pela mais cotada Beatriz Maia

Elizabet Hamaliy

Primeiro dia do quadro principal teve como duelo cabeça-de-cartaz embate entre a Beatriz Haddad Maia, ex-top 60 e luso-ucraniana Elizabet Hamaliy.

Francisca Jorge, Ana Filipa Santos e Matilde Jorge com estreias marcadas para esta terça-feira

Texto: Gaspar Ribeiro Lança
Fotos: Sara Falcão

Sitio oficial do evento.

Luso-ucraniana Elizabet Hamaliy travada no primeiro dia

Esta segunda-feira ficou marcada pelo início do quadro principal do Oeiras Magnesium-K Active Ladies Open e teve como principal motivo de interesse a vitória de Beatriz Haddad Maia, antiga 58.ª do ranking WTA e atual 242.ª, sobre Elizabet Hamaliy (1091.ª).

Um dia em que também ficaram a conhecer-se as oito tenistas que ultrapassaram a fase de qualificação do ITF de 25.000 dólares que a Federação Portuguesa de Ténis e o CETO (Escola de Ténis de Oeiras) organiza de 18 a 25 de abril.

O desafio de Elizabet Hamaliy era extremamente complicado e dificilmente podia ser pior na fase mais prematura do quadro principal.

Beatriz Haddad Maia, com dois títulos conquistados neste mês de abril, impôs a sua maior qualidade e potência de bola para triunfar com os parciais de 6-0 e 6-2.

Num duelo de canhotas e com muitos pontos curtos, o primeiro encontro do court Central relativo ao quadro principal do torneio foi resolvido em favor da mais cotada em 59 minutos.

Hamaliy
Beatriz Haddad Maia

Um forte serviço foi imposto por Beatriz Haddad Maia

Beatriz Haddad Maia fez valer as suas credenciais e impôs o seu forte serviço (cinco ases, inúmeros serviços ganhantes e apenas um ponto perdido com a primeira bola de saída) e a sua forte direita para somar 10 jogos consecutivos.

Só a partir do 6-0, 4-0 é que Elizabet Hamaliy — convidada da organização para o quadro principal do torneio — conseguiu inscrever o seu nome no marcador, e logo com um jogo de serviço em branco, selado com um ás.

No total, a ucraniana que reside em Portugal há uma década e que procura ainda a oficialização da nacionalidade portuguesa somou cinco duplas faltas e nunca pareceu confortável no seu golpe de saída.

Depois de ter furado a primeira ronda no torneio de 60.000 dólares realizado no Jamor, na semana anterior, Elizabet Hamaliy despediu-se da competição de singulares do Oeiras Magnesium-K Active Ladies Open.

Já Beatriz Haddad Maia (que em 2020 arrecadou títulos em Montemor-o-Novo, Santarém, Porto e Funchal, além de ter sido finalista na Figueira da Foz), apesar de não figurar no lote das pré-designadas, é uma forte candidata à vitória no próximo domingo.

Para já, a tenista de 24 anos encara na segunda ronda a 11.ª cabeça de série, a sul-coreana Na-Lae Han.

Lucia Bronzetti

Restantes encontros do dia

Nos restantes encontros do dia, o maior destaque vai para:

A reviravolta operada pela italiana Lucia Bronzetti, vinda de quartos de final no Jamor, face à antiga top 60 mundial Paula Ormaechea (5-7, 6-2 e 6-2), no encontro de encerramento da jornada.

Maryna Zanevska, Sofya Lansere e Lea Boskovic também seguiram para a segunda ronda do primeiro de dois torneios de 25.000 dólares consecutivos em Oeiras (na próxima semana o circuito regressa ao Estádio Nacional).

Ainda antes dos duelos do quadro principal se iniciarem, Ganna Poznikhirenko, Jenny Duerst, Suzan Lamens, Carole Monnet, Sofia Shapatava, Olga Saez Larra, Emily Webley-Smith e Sina Herrmann garantiram os ingressos vindos da fase de qualificação.

Esta terça-feira, as atenções centram-se na estreia das portuguesas Francisca Jorge, Ana Filipa Santos e Matilde Jorge, todas contempladas com wild cards, num dia reservado no court Central para as cores nacionais.

Ana Filipa Santos abre a programação frente a Emily Webley-Smith, britânica vinda do qualifying.

Seguem-se Matilde Jorge face à francesa Carole Monnet e Francisca Jorge com a brasileira Carolina Meligeni Alves, provavelmente o encontro com mais chamariz do dia.

De realçar também o duelo português entre Mafalda Guedes e Matilde Morais frente a Elizabet Hamaliy e Ana Filipa Santos e a estreia da dupla Francisca Jorge/Olga Parres Azcoitia, finalistas do torneio em 2020.

Parceiros

Deixe uma resposta