Gravidez e exercício físico, Sim ou Não?

Tuxa Negri

Gravidez e exercício físico poderá ser um tema que não gera consenso em diversos meios, como tantos outros, mas como tudo vale a experiência e o gosto de cada um.

Como vos contei na passada semana, estou grávida de gémeos, coisa que nunca me passou pela cabeça, dois ao mesmo tempo, mas se assim é, é pro algum motivo e iremos receber estes dois bebés com a maior das felicidades e alegria!

A gravidez e a continuidade do exercício físico estava bem planeada, quer com o treinador que me acompanha desde sempre, Dr Nuno Piteira, e com a Obstetra Dra Paula Caetano, quando acontecesse que seria reduzir a intensidade dos treinos de corrida, ginásio e bicicleta, mas manter a rotina de 5 a 6 treinos semanais!

Gravidez e exercício físico ok até a primeira ida ao médico e descobrimos que seriam dois bebés!

Texto: Rita Barroso – Equilibrium Centro Terapêutico
Fotos: Cedidas por Rita Barroso

Artigo anterior foi À Conversa com…. Rita Barroso para te inspirar

A mudança de planos com a gravidez

Aí tivemos de repensar a estratégia e reduzir os treinos semanais e mais uma vez a sua intensidade e a corrida ficou se pela caminhada, mantendo algumas vezes a bicicleta e o reforço muscular!

Sim porque ter dois bebes aos 40 anos não é o mesmo que aos 20 ou 30 anos.

E para quem me conhece e adora desporto sabe a dificuldade psicológica que é, ter que por tudo para segundo plano, ainda que seja por dois motivos maiores!

Então tivemos de pro todos os mecanismos que sempre defendemos em prática, a cabeça comanda e o corpo executa! E ainda que reduzido conseguimos manter o exercício na gravidez.

Que deixem que vos diga, que nos traz um bem-estar físico e mental estrondoso. Sentimos que temos uma vida e uma rotina igual.

Gravidez

A paragem

E até as 19 semanas conseguimos ter alguma regularidade, ainda que reduzida de reforço muscular e caminhadas!

A partir daí só mesmo algumas caminhadas muito curtas só mesmo de refrehs psicológico!

É porquê?

 Porque são dois bebés, e as gravidezes gemelares sempre consideradas de risco e após as 20 semanas não se pode arriscar um parto muito prematuro! Ainda mais com gémeos monocoriônicos, ou seja, verdadeiros!

Gravidez

O fator psicológico ou físico

Como lidar psicologicamente com o fato de deixar ter toda a rotina de treino?

Não é fácil, mas os planos já vinham a ser trabalhados desde o início da gravidez e sempre tiveram todos em cima da mesa e nesta fase é fazer-se o que se tem de fazer e deixar que a forma caia de forma abrupta e que a flacidez e celulite tomem o seu lugar que mais tarde se tratam!

E gerir um dia de cada vez, mas pensarmos nas provas que já fizemos e na forma que já tivemos e uma simples caminhada de 30m nos deixa exausta, assusta?

Sim, mas vamos nos focar no que importa, o bem-estar dos bebes, a forma logo se trabalha de novo!

Estas situações de restrição de treinos na gravidez, surgem em situações muito específicas não com a maior parte das grávidas

Quem já prática uma ou várias atividades físicas antes da gravidez pode e devem continuar a faze lo até porque é benefício tanto a mãe como para o bebé!

Benefícios do exercício físico na gravidez:

– Manutenção de boa forma física

– Controlo da diabetes

– Prevenção da pré-eclâmpsia

– Aumenta serotonina

– Facilita a recuperação dos pós parto.

Gravidez
Blaya

Mas atenção!

Toda a prática desportiva na gravidez deve ser acompanhada por um profissional e com indicação do Obstetra!

Aqui fica um dos exemplos das nossas grávidas famosas que continuam a treinar!

Gravidez
Ticiane Pinheiro

Mexem-se pela vossa saúde e dos vossos bebés e vão ver que mais rapidamente recuperam a boa forma física de outrora!

Espero que tenham gostado!

Sitio oficial do Equilibrium Centro Terapêutico
Página do Equilibrium Centro Terapêutico
Equilibrium Centro Terapêutico no Instagram

Parceiros

Deixe uma resposta