Tiago Neves

Portugal em destaque nas provas de natação dos Jogos Surdolimpicos Samsun.

Tiago Neves chega à final

Miguel Cruz e Tiago Neves (natação) competiram nas provas de 100 metros livres e 50 metros mariposa dos Jogos Surdolimpicos Samsun.

Miguel realizou a prova de 100 metros em 58.63 segundos, ficando em 33º lugar.

Tiago Neves na final

Já Tiago concluiu o desafio em 55.94 segundos e assim conquistou o 15º lugar na competição.

Estes números excluíram os atletas da final nesta disciplina, mas na prova de 50 metros mariposa o cenário foi diferente.

Miguel, 29.24 segundos, foi o 34º classificado. Por sua vez Tiago, 26.68 segundos, ficou em 7º lugar.

Este resultado garantiu a participação do Tiago na final, na qual ficou também em 7º lugar, mas com resultado de 26.29 segundos.

Tiago Neves bateu record nacional aos 100 metros livres e 50 metros mariposa, neste caso por duas vezes.

A presença portuguesa numa final, neste contexto, é facto histórico – nunca tinha acontecido.

Até agora os dois atletas fizeram o pleno na melhoria das suas marcas.

Tiago Neves já tinha competido no dia 20 de julho na disciplina 200 metros, prova em que também bateu record nacional.

João Marques

João Marques comemorar a dobrar nos Jogos Surdolimpicos Samsun

Atleta João Marques em destaque na prova de ciclismo de estrada (100 km) dos Jogos Surdolimpicos Samsun.

Foi dia de festa a dobrar para João Marques.

No dia em que celebrou 20 anos, o atleta realizou a prova de ciclismo de estrada (100 km) com um excelente resultado.

Da partida à chegada, João demorou 2:36:2, ficando a apenas 2:43 minutos do vencedor, o russo Dmitry Rozanov, em 14º lugar da competição.

Inscreveram-se nesta prova 84 atletas, mas apenas 50 arrancaram hoje. Chegaram ao final da prova 41 atletas.

Ricardo Gomes a meio da tabela

Ricardo Gomes

Bom desempenho do atleta Ricardo Gomes ontem, na prova de BTT dos Jogos Surdolimpicos Samsun.

Ricardo Gomes realizou ontem, a prova de BTT, na qual ficou em 16º lugar com um resultado de 1:22:16 – participaram nesta competição 32 atletas.

Ricardo confessa ter começado a prova muito confiante, mas refere que acabou por exigir demais de si na primeira volta, ao acompanhar alguns dos adversários que são, muitos deles, profissionais.

Assim, acabou por ter uma quebra física, mas recuperou na segunda e terceira volta, em que se sentiu mais forte.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Joana Pereira
Foto: © Imapress/ CPP .

Deixe uma resposta