Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Murtosa, conheço bem, onde cresci na minha infância

Mais uma prova que me propus, em parceria com OPraticante.pt, desta vez numa localidade, Murtosa que conheço bem, pois foi onde cresci na minha infância e ainda hoje percorro os diferentes caminhos que adoro, tanto em passeio como em treino.

Murtosa

Grande Prémio de Atletismo da Murtosa

Na sua 4ª Edição, o Grande Prémio de Atletismo da Murtosa, organizado pela Associação Cultural Bunheirense – A.C.B., com a colaboração da Câmara Municipal da Murtosa, contou com o apoio média partner de OPraticante.pt.

O evento bem organizado, iniciou as diferentes atividades em diversos escalões às 9:30, desafiando miúdos e graúdos a participar, quem estaria bem preparado era desafiado a competir, tendo em conta que o total de prémios a distribuir pelos diferentes escalões, desde os juniores, seniores e veteranos, teve um valor de 4.000 €.

A Partida… na Murtosa

Não foi necessário madrugar, pois a prova era perto de casa, também por este motivo a claque era forte, nesta prova duas voltas de 5 Km, faziam parte do percurso.

Neste dia, a chuva não era intensa, já o vento, normal nesta região surgiu para nos intimidar. Preparativos para a prova, um ligeiro aquecimento, o convívio habitual e as brincadeiras entre a malta que se tenta superar.

Contagem decrescente e sigo, mas estava perfeitamente convencido que não seria a prova para bater o RP, mas sim para participar com motivação por correr em casa e ver que colegas de escola, também sabiam organizar eventos que crescem a cada ano.

Neste início de prova, vou na companhia da Celeste, uma amiga que me apoia nas minhas loucuras e vai-me chamando de louco, mas sou feliz assim… Ahahah…

Murtosa
Celeste e Manuel Carlos Martins – OPraticante.pt

Os Primeiros Km…

Vou com um ritmo mais forte, habitualmente em treino não me esforço tanto, mas queria terminar confortável, depressa compreendo a minha companheira nesta corrida estava mais forte que eu, vou passando em diversas zonas e oiço o pessoal a aplaudir e a incentivar, até chamam pelo meu nome como se estivesse a realizar um grande feito.

Mas a realidade é que todos nós, nos surpreendemos quando decidimos sair o sofá e aquele discurso que tanto é audível de não conseguir qualquer objetivo, não é verdade, esforcem-se e com método, garanto que conseguem terminar uma prova de 10 km em boas condições, apenas requer persistência e objetivos pessoais.

Estava a ser prazeroso estes momentos iniciais, o pessoal estava receoso com o vento, mas rapidamente confesso que a zona pior não era esta (Avenida do Monte)…

Murtosa

O vento…

No km 3, seria a maior dificuldade, sentia o fresco, seria a zona onde o vento seria forte, pois estávamos direcionados para Norte, de facto ele estava intenso, mas nesta fase inicial seria relativamente fácil manter o ritmo, mas como conhecia o percurso, a minha terceira participação, após a inversão do percurso o vento passava a ser favorável…

Passo por um companheiro de provas, estava a fotografar os participantes, mesmo na zona de inversão, ainda consigo falar e cumprimenta-lo.

Murtosa

Logo depois, sigo em direção ao centro de Pardelhas, alguém comenta que estávamos a chegar ao centro da Murtosa, logo corrijo, esse fica mais longe e sorrio.

É aqui que se junta um aglomerado populacional e alguns apenas observando, outros incentivam-me, porque me conhecem e é muito agradável sentir esse apoio, ainda me mantenho perto da Celeste, juntos na primeira volta, mas sinto o corpo a ceder…

Murtosa

Conclusão da primeira volta…

Ao terminar a primeira volta, temos de enfrentar novamente a ventania, nos últimos metros antes da linha da conclusão da primeira volta, desde logo na reta final dos 5 km o “Lobo Solitário”, desta vez tem uma boa claque, o incentivo é forte cometi um erro, o fato de não levar água para esta prova, após chegar ao abastecimento uma garrafa de água, passo a caminhar, não resisto a tomar um gel, para beber água e descansar.

A Celeste incentiva para eu não parar, mas abrando. Pouco depois, retomo a prova, sigo para a segunda volta vou tentando recuperar o espaço perdido, mas não sinto o corpo a corresponder, nestas alturas, sentimos a falta de treino, mas depois de passar a Igreja do Monte, não sei se o gel estava a fazer efeito físico ou psicológico, mas renasço…

Em direção à meta…

A contagem de km, já estava decrescente, embora que seria uma prova com IVA, ou seja, não seriam os 10 km bem medidos, mas isso eram pormenores.

 

Atravessava a zona ventosa novamente, mas como sempre, não morro nas provas, embora abrande o ritmo, vou passando alguns companheiros mais cansados e quando dou por mim, já somava 9 km, estava a chegar ao centro novamente, neste km final, tento acelerar, sinto-me a recuperar o ritmo, a mente começa logo a pensar por mim e a latejar, mas porque não treinas e blá blá blá… Ahahah…

Vou ignorando, mas em corrida vamos sempre falando com o eu interno, depois de passar o centro e sentir a chegar a parte final, não podia faltar novamente o vento, aqui não se sente da mesma forma, sente-se um “estaladão”, o corpo já quer parar, mas são uns metros de luta, mudamos de direção e o vento desaparece e somos inundados de orgulho, cruzo a linha da meta, mais uma conclusão, com o tempo de 53m24s, 53º lugar no escalão e 340º lugar na geral.

OPraticante.pt com uma equipa bem completa na Murtosa

Mais uma representação do projeto OPraticante.pt, desta vez com uma equipa bem completa, as classificações de todos foram no escalão masculino Fernando Pinheiro Mendes 48m51s na posição 276º, 44º no escalão VET 2 Masc, Rafael Teodoro Vaz Oliveira, na posição 290 da geral, no escalão Seniores 98º posição, com o tempo de 49m54s e João Celso Rosa Da Vinha, concluiu a prova em 50m01s na posição da geral 292, no escalão Vet 4 Masc 25º lugar.

A representação feminina, Helena Santos para além de representar o nosso projecto, também a representar o clube ACD São João da Serra, concluiu com o tempo de 48m23s, na posição 267 da geral e no escalão Vet 2 Fem em 4º lugar, Emília Santos, concluiu em 8º lugar no escalão VET 1 Fem e em 247º lugar da geral, com o tempo de 47m20s, parabéns a todos pela conclusão e obrigado pela representação do projecto.

Podem consultar os restantes resultados aqui.

A prova…

Uma prova com um número crescente de adesões, na minha ótica bem organizada, faltando apenas a medalha de finisher para ser uma prova brutal, quem sabe numa próxima edição se lembram de gratificar as conclusões da prova com esta recordação.

Parabéns a todos os envolvidos e espero que continuem a organizar e a promover este género de eventos, na Murtosa.

Evento 2019.

Página do evento.

Página da organização.

Texto: Manuel Martins
Fotos: Mariana Esteves

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta