Nadal pode tornar-se no tenista com mais Grand Slams

Rafael Nadal

Amanhã, Rafael Nadal entra novamente no court do Open da Austrália, o primeiro Grand Slam de 2022, agora como segundo favorito a vencer o Open da Austrália e perto de tornar-se no tenista com mais Grand Slams ganhos da História. A Solverde.pt partilha as últimas estimativas para uma das principais competições de ténis.

Texto: Corpcom
Fotos da página do tenista

Rafael Nadal é o segundo favorito a vencer e a tornar-se no tenista com mais Grand Slams ganhos da História

O jogo de Rafael Nadal – número 5 no ranking da ATP – contra Denis Shapovalov – número 14 no ranking – realiza-se às duas da tarde na Austrália, 3h da madrugada em Portugal, e adivinha-se uma partida equilibrada, tendo em conta que o tenista canadiano acabou de vencer um dos melhores tenistas do mundo: Alexander Zverev.

Neste momento, Rafael Nadal é o favorito a vencer, com 76% de probabilidade de vitória, enquanto Shapovalov demonstra 33% de probabilidade de vencer.

Além da casa de apostas apontar o favoritismo de Nadal para a partida de amanhã, após a inesperada eliminação de Zverev, Nadal tem agora 31% de probabilidade de vencer o Open da Austrália e é o segundo favorito a vencer o GrandSlam.

Porém, o favorito a vencer o Open da Austrália ainda é o mesmo: Daniil Medvedev.

Hoje, o tenista russo tem 58% de probabilidade de sair vitorioso da Austrália, e vencer o seu segundo Grand Slam da carreira.

A comprovar esta tendência, na quarta-feira, segundo a casa de apostas, Medvedev – número 2 no ranking – é o grande favorito contra o jovem Felix Auger-Aliassime – número 9 no ranking, com 88% de probabilidade de vitória, em comparação com os 21% de probabilidade de vencer do canadiano.

Em relação à disputa feminina, a líder do ranking WTA, Ashleigh Barty, é a favorita a vencer o Open da Austrália, com 58% de probabilidade de vitória, seguida da polaca Iga Swiatek – 16% de probabilidade de vencer – e da checa Barbora Krejcikova – 12,5% de probabilidade de vencer o Grand Slam.

Nas partidas de amanhã, Ashleigh Barty demonstra o natural favoritismo contra Jessica Pegula, com 88% de probabilidade de vitória; e Barbora Krejcikova terá um jogo equilibrado contra a norte-americana Madison Keys, que está a surpreender na competição.

Krejcikova tem 57% de probabilidade de vencer, e Madison Keys tem 52% de probabilidade de vitória.

Parceiros

Deixe uma resposta