Para badminton voltou com os olhos nos Jogos Olímpicos

Para Badminton

Diogo Daniel e Beatriz Monteiro, com o selecionador nacional Diogo Silva

Em Março de 2020 a Seleção Nacional de Para badminton preparava-se para partir rumo a Espanha, onde iria disputar o Spanish Para badminton International.

Devido à pandemia que, passado um ano, ainda tanto nos condiciona, a competição em causa foi cancelada.

Nessa competição, a Diogo Daniel e Beatriz Monteiro juntar-se-iam Inói Ferreira, Joana Canudo e Bruno Faria para enfrentarem o processo de classificação e estrearem-se com as cores nacionais em provas internacionais.

Beatriz e Diogo participariam na última prova pontuável para o apuramento para os Jogos Paralímpicos que deveriam disputar-se em finais de Agosto de 2020.

Haveria ainda mais duas competições que contariam com presença da nossa seleção, incluindo o Campeonato da Europa de Para badminton, mas tudo foi cancelado deixando o circuito internacional de Para badminton completamente parado.

As exigências logísticas inerentes à organização de competições de Para badminton impossibilitaram a realização de quaisquer provas em 2020 e aumentaram os receios que assim continuasse neste ano de 2021.

Texto / Fotos: Federação Portuguesa De Badminton

Circuito internacional de Para badminton

Foi por isso com bastante satisfação que foi recebido o calendário da BWF para o circuito internacional de Para badminton.

Este calendário contempla diversas competições com destaque para os Jogos Paralímpicos e o Campeonato do Mundo, ambos a serem disputados em Tóquio, nos meses de Agosto e Outubro, respetivamente.

Para já, a Seleção Nacional arranca a sua participação internacional com a presença no Fazza-Dubai Para Badminton International de 29 de Março a 4 de Abril.

Esta prova marca o regresso à competição para Diogo Daniel e Beatriz Monteiro depois dos excelentes resultados alcançados na digressão sul americana pelo Brasil e Perú em Fevereiro de 2020 (Bronze e Prata respetivamente para Beatriz Monteiro em Singular Feminino SU5).

Apesar de não ser um torneio pontuável para o apuramento paralímpico, será, no entanto, pontuável para o Ranking Mundial que definirá os atletas que se qualificam para o Campeonato do Mundo de Para badminton.

Fruto da condição de atletas UAARE nas Caldas da Rainha, ambos os atletas puderam preparar-se da melhor forma para este evento no Centro de Alto Rendimento para o Badminton.

Após treze meses sem competição internacional, o nível atual dos atletas participantes nesta competição é uma incógnita, mas é de esperar que todos eles se apresentem na sua melhor forma espelhando a sua condição de melhores do mundo e de desportistas de excelência.

Para Badminton

Espera-se o compromisso, dedicação, fair play e espírito combativo

Da jovem dupla portuguesa espera-se o compromisso, dedicação, fair play e espírito combativo a que nos habituaram na procura pelo sucesso desportivo e crescimento pessoal.

Após esta competição, Espanha receberá no mês de Maio a última prova pontuável para os primeiros Jogos Paralímpicos a acolherem o badminton.

Um momento há muito esperado pela comunidade do para badminton e para o qual todos têm trabalhado afincadamente.

Para Portugal será ainda mais especial, pois Espanha será palco para a estreia de mais quatro atletas pela seleção nacional de Para badminton: Inói Ferreira, Joana Canudo, Bruno Faria e Ricardo Soares.

Juntamente com Beatriz Monteiro e Diogo Daniel serão recordados como os primeiros

Parceiros

Deixe uma resposta