Peso Português estreia-se numa final Olímpica

Peso português

Auriol Dogmo

O terceiro dia de atletismo nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 reserva espaço para duas finais com grande significado para Portugal, o peso Português que se estreia numa final olímpica e o triplo salto.

Leia também sobre o primeiro e segundo dia do atletismo nos Jogos Olímpicos

Patrícia Mamona e Auriol Dongmo apuradas para as finais

Liliana Cá na final do disco, Irina Rodrigues ficou fora

Carlos Nascimento afastado na primeira ronda

Texto: Federação Portuguesa de Atletismo

A estreia do peso português nos Jogos Olímpicos por Auriol Dogmo

A primeira no peso feminino, a estreia de uma atleta portuguesa numa final olímpica, por intermédio de Auriol Dongmo.

A atleta do Sporting Clube de Portugal, treinada por Paulo Reis, apurou-se com o oitavo melhor registo (18,80 metros) na qualificação.

Peso português
Auriol Dogmo

Um ensaio apenas para garantir a final e o descanso necessário para enfrentar uma final matutina, que não agrada a muitos atletas.

Na qualificação, apenas quatro atletas lançaram acima de 19 metros, entre elas uma das principais favoritas às medalhas, a chinesa Lijiao Gong, bronze em Pequim 2008 e prata em Londres 2012.

Mas, outra das grandes favoritas é a bi-campeã olímpica (2008 e 2012) Valerie Adams, que se sagrou vice-campeã em 2016.

A neozelandesa pretende alcançar o ouro!

Nesta prometedora final olímpica (às 2h35, na próxima madrugada) estão presentes oito das dez melhores atletas do ano!

A recordista de Portugal é a quarta a ter lançado mais longe (19,75 metros) e corre como outsider para as medalhas.

Patrícia Mamona

A recordista de Portugal Patrícia Mamona à procura da vitória

A outra final chegará à nossa hora de almoço (às 12h15), o triplo-salto feminino. Nele estará a recordista de Portugal Patrícia Mamona.

Os 14,66 metros conseguidos esta temporada dão-lhe o sétimo lugar entre as melhores de 2021, um top 10 representado por sete atletas nesta final.

Apurou-se com um único salto (14,54 m).

A atleta do Sporting Clube de Portugal, treinada por José Uva, campeã europeia em título, ao ar livre e em pista coberta, tem como suas principais adversárias as atletas do continente americano, especialmente a grande favorita ao triunfo olímpico a venezuelana Yulimar Rojas, líder mundial, e que na qualificação saltou 14,77 metros, a mais de 25 centímetros da tábua de chamada!

A vice-campeã olímpica apresenta-se em grande forma, o que não é o caso da campeã olímpica em título, a colombiana Caterine Ibarguen, também apurada.

Será uma final emocionante, na qual se espera possam cair vários recordes pessoais e o recorde olímpico (15,39 m) de Françoise Mbango (Camarões) está ameaçado.

Ricardo dos Santos

Ricardo dos Santos nas eliminatórias dos 400 metros no terceiro dia

Ainda durante a madrugada será tempo para as eliminatórias de 400 metros masculinos. Estará em competição o recordista de Portugal Ricardo dos Santos.

O atleta do Sport Lisboa e Benfica, treinado por Linford Christie, está habituada aos grandes palcos (embora esta seja uma estreia olímpica) e surge sempre mais forte nas grandes competições.

Passam às meias finais os três primeiros classificados em cada série e os seis melhores tempos entre os não apurados diretamente. Ricardo correrá na primeira das séries às 2h45, na madrugada.

Parceiros

Deixe uma resposta