Tiago Ferreira num desafio sem precedentes

Tiago Ferreira

Foto: Hugo Silva / Red Bull Content Pool

Cinco vezes campeão nacional, duas vezes campeão europeu e uma vez campeão mundial. Quando se fala de Tiago Ferreira, o palmarés não mente: é um dos melhores atletas de XCM do mundo, daqueles que já ganhou tudo e ainda tem muito mais para ganhar.

Troféus, porém, nem sempre chegam. Para Tiago, chegou a altura de assumir um desafio pessoal que o vai testar enquanto atleta e ser humano.

Tiago Ferreira iniciou uma jornada sem igual: tentará pedalar durante 24 horas e acumular a maior quantidade de desnível que lhe for possível.

Tiago Ferreira
Foto: Hugo Silva / Red Bull Content Pool

O desgaste físico, a todos os níveis, vai ser brutal

Numa época desportiva e competitivamente atípica, Tiago quer provar que tem a forma necessária para bater o hercúleo desafio de pedalar por uma exigente subida, repetidas vezes, durante 24 horas.

É completamente diferente de tudo aquilo que foi a minha carreira desportiva até agora, porque eu sempre tive muito focado no que era competição, corridas…“, confessa o campeão europeu em título.

É um desafio que vai muito além de testar o limite do ser humano, de desportista, porque até agora ainda não foi feito.

Para alcançar o que pretende, Tiago dará voltas a um circuito improvisado que conta com uma subida de 1.5 km e 214 de desnível.

O circuito será composto por uma subida única“, explica. “É uma subida de 1.5km que vai somar 214 metros de desnível, a qual vou subir e descer repetidamente de forma a conseguir somar o máximo de metros. Chamamos circuito porque vamos até ao alto e voltamos para baixo, é como se fosse uma volta.

Foto: Hugo Silva / Red Bull Content Pool

Um desafio sem precedentes para o Campeão Europeu de XCM Tiago Ferreira

Desafio novo, adversidades novas. Habituado a provas que atingem não muito mais do que sete horas diárias, Tiago está consciente de que a noite e o psicológico serão dos maiores causadores de problemas.

Não estou habituado a andar de bicicleta no período noturno. Penso que a partir das 23 horas será um período crítico. O desgaste físico normal de andar repetitivamente na mesma subida, que é extremamente dura, muito inclinada, será uma das maiores dificuldades. O outro ponto será o psicológico. Andar a subir e a descer sempre o mesmo sítio, sem sair dali…

Pode acompanhar aqui o directo sobre a aventura do Tiago Ferreira.

Página de Tiago Ferreira.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Red Bull
Fotos: Hugo Silva / Red Bull Content Pool

Parceiros

Deixe uma resposta