XCO Talaíde, a etapa dura da Taça Inter-Municipal de XCO BTT

Realizou-se no passado dia 24 de Outubro o XCO Talaide, a 3ª etapa da Taça Intermunicipal de XCO BTT.

Texto: Rui Bastos
Fotos cedidas pela organização da autoria de Vítor Saraiva

Página do evento

Página da Inter-Municipal de XCO BTT

Leia também sobre a I Taça Inter-Municipal de XCO

Taça Inter-Municipal de XCO está de volta, já treinas-te?

Terrugem, espera-te um trajeto desafiante e divertido

Inter-Municipal XCO divertido, variado, e exigente

XCO AMADORA, ATENÇÃO FIRME!!!! SENTIDO!!!!!

Taça Inter-Municipal de XCO com êxito na Amadora

Talaíde, XCO para manter ritmo de duas provas por mês

XCO Talaíde

Esta etapa não foi pera doce

E como já tínhamos referido e pelo testemunho do atleta George Leal na antevisão apresentada pelo OPraticante.pt, esta etapa do XCO Talaíde não foi pera doce para os atletas que tiveram coragem de lutar no duro percurso apresentado pela organização.

Mas todos os atletas já adivinhavam o que os esperava, pois, as informações foram se espalhando e claro não era segredo nenhum para ninguém de como seria o trajeto, até que a organização, como tem sido feito nas anteriores etapas, disponibilizou o percurso aberto no dia anterior.

Das opiniões recolhidas a alguns atletas participantes, a conclusão era unanime e caracterizam este trajeto e etapa o mais desafiante, agressivo, exigente e perigoso mas o XCO é assim mesmo.

As curtas “picadas” exigiam pernas fortes para manter o rápido ritmo da prova ao contrário as descidas iam-se tornando mais exigentes e perigosas após cada passagem, exigindo que o atleta mantivesse um elevado nível de concentração e controlando os seus próprios níveis de adrenalina.

XCO Talaíde

Mas o que é que tínhamos no XCO Talaíde?

Um verdadeiro parte pernas e dores no “lombo” um sobe e desce constante, curvas contra curvas, escadas, drops, valas, curvas com gravilha, singles e mais singles, mas tudo a pensar em manter os níveis de adrenalina e concentração no topo.

Mas mesmo com este nível, os atletas questionado com um nível competitivo menos apurado, afirmaram que foi uma prova muito divertida, muitos até vão regressar mais tarde ao percurso para apurarem a sua técnica e quem sabe se num futuro próximo os pódios estarão com novos conquistadores deste percurso.

O OPraticante.pt deseja a todos os atletas acidentados com mais ou menos gravidade as suas rápidas e completas melhoras e como costumamos dizer. “As quedas da vida servem de aprendizagem!

É tempo de colocar as bikes nos mecânicos para ficarem afinadinhas e venha já a próxima etapa, a 7 de novembro, o XCO Oeiras PIC Solution, que os atletas ainda estão quentes com esta massagem corporal.

O presidente da Junta de S. Domingos de Rana, Fernando Ferreira Marques com Bruno e Domingos Antunes, parte da organização do evento

O presidente da Junta de S. Domingos de Rana, Fernando Ferreira Marques, marcou presença na iniciativa. Enaltecendo a excelente organização da coletividade da freguesia, o autarca não quis deixar de testar o circuito e pedalou um pouco ao lado dos demais participantes.

Podem aqui consultar as classificações da etapa e da respetiva Taça Inter-Municipal de XCO BTT

Após a realização das últimas duas provas, que decorrerão, já no mês de novembro, em Barcarena e Odivelas, será conhecido o vencedor da Taça Intermunicipal XCO.

Parceiros

Deixe uma resposta