GLUTAMINA porque devo consumir? Conhecem a rutabaga?

GLUTAMINA

GLUTAMINA e a RUTABAGA duas questões muito diferentes, mas ambas ligadas à nossa saúde, que iniciam a cooperação da Nutricionista Ana Pinto com o nosso projeto.

Texto: Henrique Dias / OPraticante.pt com a colaboração de Ana Pinto

Sitio oficial de Ana Pinto – NutriAging.

Quem é Ana Pinto ?

Nutricionista Clinica, licenciada desde 2004 em Nutrição e Engenharia Alimentar e mais tarde em Ciências da Nutrição pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Sul- Egas Moniz.

Mestrado de Nutrição na faculdade de Medicina de Lisboa e formações em Nutrição Funcional.

Com um percurso profissional em várias Clínicas de renome, desde coordenadora a responsável pela área de nutrição das mesmas, permitiram-me adquirir experiência em nutrição clínica e anti-aging.

E passemos aos temas em questão de hoje, a importância do consumo da GLUTAMINA e dos benefícios à saúde da rutabaga

GLUTAMINA

GLUTAMINA porque devo consumir?

Desde o início da pandemia nunca se falou tanto de imunidade.

A minha dica de hoje é sobre a: GLUTAMINA Aminoácido livre mais abundante no sangue e no tecido muscular, a l-glutamina é nutricionalmente classificada como um aminoácido não essencial, atuando de diversas formas na nossa saúde.

A glutamina atua no sistema imunitário, especialmente por ser indispensável para proliferação de células de alta divisão celular, tais como fibroblastos, células da mucosa intestinal e do sistema imunológico.

Além de servir de fonte energética para os leucócitos (células de defesa), a glutamina tem ainda um papel na síntese de glutationa (principal e mais potente antioxidante do organismo) e como fonte de energia para os enterócitos (células intestinais), impedindo a entrada de patogénios pelo intestino. 👏🏻
.
As quantidades variam, mas geralmente de 3 a 5g/dia, diluído em água, de preferência de estômago vazio (pela manhã ou ao deitar).

Cuide da sua imunidade diariamente!

Conhecem a rutabaga?

A tuberosa rutabaga (Brassica napobrassica) é conhecida popularmente como couve-nabo ou nabo-sueco.

Tem um sabor adocicado e picante e é comestível como também as suas folhas macias e saborosas.

Perfeita para ser consumida assada ou cozida, a rutabaga é uma poderosa raiz, que promove inúmeros benefícios à saúde, pois contém elevado teor de vitamina C, além de cálcio, ferro, magnésio, potássio e zinco.

Dica da Nutri: faça um belo esparregado com as folhas do nabo.

Mais meios de Ana Pinto – NutriAging

Ana Pinto – NutriAging no Instagram.

Facebook de Ana Pinto – NutriAging

Parceiros

Deixe uma resposta