Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Homenagem, uma aventura pelo Mário Violante

Foi há pouco mais de 3 meses que um pé de vento lhe passou pela cabeça, decidiu fazer uma homenagem ao seu amigo Mário Violante.

Mário Violante

Luís Matos na ausência de provas neste período de pandemia, fazendo uso do seu espírito aventureiro que todos os que o conhecem, lhe admiram, decidiu desafiar uns amigos.

Foram 3 meses de preparação para cumprir este objetivo e mais de 500km percorridos.

O objetivo principal do desafio, foi prestar homenagem aos Bombeiros Voluntários de Santiago do Cacém.

Luís Matos propôs-se a levar consigo o capacete, outrora utilizado por um grande amigo recentemente falecido em serviço, Mário Violante.

homenagem
Mário Violante

Uma aventura em tom de homenagem a Mário Violante

Na sua 3ª incursão neste percurso com aproximadamente 145km que faz parte da prova “Caminhos do Tejo”, prova organizada pelo Mundo da Corrida, Luís Matos ficou aquém do seu recorde pessoal.

homenagem

O tempo e a média não foram o mais importante nesta ocasião.

Sem horas cronometradas e citando o mesmo “(…)começamos de dia e acabamos de noite”, para quem está a ler este artigo, começaram de dia no dia 19 e terminaram de noite no dia 20.

homenagem

A aventura com inicio no Parque das Nações em Lisboa e chegada ao Santuário de Fátima, teve o apoio de várias empresas da região.

E como os apoios nunca são demais e não são menos importantes.

Luis Matos referiu o apoio logístico e imprescindível dos amigos, que acompanharam a aventura na totalidade do seu percurso, sendo assim fundamentais para o seu sucesso.

Os locais de abastecimento foram os mesmos utilizados na prova Caminhos do Tejo.

Percurso faz parte dos Caminhos de Fátima e de Santiago de Compostela

O percurso faz parte dos Caminhos de Fátima e de Santiago de Compostela, sendo que têm marcações irrepreensíveis.

A única parte diferente destes percursos, foi parte do percurso da prova de 2019, percurso maioritariamente de terra batida e por vezes alcatrão.

Este ultimo o percurso de alcatrão ser um pouco mais perigoso devido ao trânsito.

O ritmo foi imposto pelo Luís Matos, uma vez que era o que transportava maior carga e conhecia as dificuldades que iriam ter pela frente.

Até que a lesão de um colega de aventura, do trio que participou nesta aventura, levou a abrandar o ritmo, para que ele conseguisse superar o ojectivo e chegasse a Fátima.

Opraticante.pt dá desde já os parabéns a todos os intervenientes nesta aventura.

Homenageando todos aqueles que a toda a hora estão disponíveis para salvar e ajudar a vida alheia.

De referir que os colegas de aventura Nuno Chainho e Fábio Jesus, foram estreantes neste tipo de distâncias.

No que diz respeito ao aventureiro Luís Matos representou nesta sua 3ª incursão a sua Equipa S. Francisco da Serra, Os Kotas Bike Team e o Mundo da Corrida.

Fotos: António Parreira “ Casinhas” / Luís Matos / Nuno Chainho

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta