Regata AZAB 2015 parte amanhã

Tem inicio no próximo dia 6 de Junho mais uma edição da regata AZAB ( Azores and back ). Este ano comemoram-se 40 anos de prova, tendo a primeira edição sido em 1975.
Vão partir de Falmouth no sul da Inglaterra 73 iates de diversas nacionalidades, suiços, belgas, franceses, holandeses canadiano, e ingleses.
A previsão de chegada é a partir do dia 12 de Junho, sendo fácil o acompanhamento da evolução da regata no seu site da internet pois todos os barcos dispõem de um dispositivo de localização que em tempo real transmite a sua posição.

A AZAB não sendo uma regata de primeira linha em termos de competição, é uma das principais que servem de lançamento para as regatas transatlânticas. Outra característica desta regata é o facto de ser organizada por um clube, isto é sem qualquer finalidade comercial ou económica.

O Royal Cornwall Yacht Club é um dos mais antigos clubes da Europa e a amizade que nos dispensa é tal que até em 1995 proporcionou um encontro do representante do Clube Naval com a rainha Isabel II. No castelo em que se deu esse encontro, no mastro em que estava hasteada a bandeira inglesa, no dia da largada, estava a nossa bandeira nacional.
Foi também nesse ano que pela primeira vez participaram iates açorianos, “ MOPAT “ de Manuel Mota e Armindo Furtado e “ SUPERCHA” de Paulo Menezes e Carlos Pato. Estes últimos foram os únicos a fazer a regata completa, isto é, fizeram 4 viagens entre Ponta Delgada e Falmouth.

Em todos estes anos de AZAB nunca aquele clube exigiu alguma coisa à CNPDL, mas sim, sempre agradeceu aquilo que conseguimos proporcionar.
Quando não havia marina, a tarefa do CNPDL, com a ajuda da Junta Autónoma do Porto, era enorme pois era preciso colocar bóias para amarração dos barcos. Com a marina, esta tarefa deixou de existir passando o Clube a dedicar-se somente à parte social da recepção à regata além de fazer a chegada dos barcos, assim como a partida de regata. Para a partida o CNPDL tem contado sempre com a indispensável colaboração de Marinha Portuguesa, pois esta é dada entre uma boia e a Corveta.

Para a chegada dos iates e enquanto a linha de chegada estiver aberta, ou seja durante cerca de uma semana, um grupo de Sócios do Clube assegura durante 24 h por dia a recepção aos barcos.
Da parte social, além de festas espontâneas organizadas pelo Clube ou algum Sócio, o CNPDL, com o patrocínio do Governo Regional, organiza um jantar de despedida e entrega de prémios. Este jantar tem contado sempre com a presença do Sr. Presidente do Governo Regional e demais autoridades. Além destas atividades, costumam ser proporcionados as habituais excursões aos nossos pontos mais turísticos, tendo o governo Regional proporcionado um passeio com almoço às Furnas.
O número de participantes tem variado muito ao longo dos anos, desde perto de 40 barcos até por volta de 100. Todas as vezes, muitos familiares dos participantes deslocam-se a Ponta Delgada.

Assim a AZAB além de ser um evento turístico em si, também é um bom meio de divulgação turística, pois quando os velejadores se juntam o que mais falam é de barcos e das suas viagens, e nós ao recebe-los bem de certeza que vamos ser falados.

Parceiros

Deixe uma resposta