Campeonatos do Mundo de Remo: Nuno Coelho foi 21º em LM1x. Fraga/Mendes foram 17º em LM2x.

Terminou a participação portuguesa nos Mundiais de Remo de Aiguebelette (França), principal evento da temporada internacional e que oferecia a primeira oportunidade de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. De entre as duas classes em que Portugal esteve representado, apenas o Double Scull Ligeiro é uma classe olímpica.
Depois destes Mundiais os remadores terão a oportunidade de voltar a lutar por vagas olímpicas (duas para o continente europeu, no caso do Double Scull Ligeiro) na Taça do Mundo de Lucerna do próximo ano.

O primeiro português a competir nas finais foi Nuno Coelho, em skiff ligeiro que ainda disputou a Final D (que define as posições 19 a 24) e foi terceiro com um tempo final de 7’32.60”. À sua frente classificaram-se Roman Fedorenko (Ucrânia) com 7’22.26′ e Joseph Purman (Porto Rico) com 7’29.67”.
Com este resultado, obtido treze anos depois da sua primeira participações em Campeonatos do Mundo, Nuno Coelho termina na 21ª posição final de uma classe conquistada pela Nova Zelândia por intermédio de Adam Ling.

Classificações Final D LM1x

Pedro Fraga e Nuno Mendes entrarem em cena para disputar a Final C (que define as posições 13 a 18), uma regata marcada pela presença dos representantes dos países que nos últimos Jogos Olímpicos alcançaram as medalhas de Ouro e Bronze (respectivamente a Dinamarca e a Nova Zelândia) no Double Scull Ligeiro.
Diante de alguns dos principais nomes do panorama internacional Fraga e Mendes cumpriram uma regata pendular tendo terminado na 5ª posição (6’27.38”), a que corresponde a 17ª posição final.
À frente do LM2x português ficaram a Nova Zelândia (6’23.56”), Turquia (6’24.92”), Dinamarca (6’26.81”) e Holanda (6’26.88”).

Texto e foto: FPR

Parceiros

Deixe uma resposta