Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Maratona de BTT do Carvalhal por entre verdejantes arrozais

Por impossibilidade minha ainda não tinha conseguido participar nas edições anteriores da Maratona de BTT do Carvalhal, nesta edição não perdi a oportunidade de participar em representação de OPraticante.pt e aventurei-me em mais uma maratona na companhia da Susana Agostinho, representante do BTT Luso, que aceitou o meu desafio para participar, tendo conquistado mais um pódio no escalão M30.

Maratona de BTT do Carvalhal

Após conversas com amigos, sempre ouvi que o circuito da Maratona de BTT do Carvalhal era propício a rolar, dada a zona do Carvalhal não possuir zonas muito elevadas, daí a aventura na maratona de 65km. A maior dificuldade do circuito foi na fase inicial com uma rampa até um marco geodésico, que julgo marcar o ponto mais elevado da zona, onde a organização optou por criar um prémio de montanha, que teve como vencedora feminina a Celina Carpinteiro e vencedor masculino o Nelson Eduardo.

Passado este pequeno obstáculo o percurso atravessou o extenso arrozal da zona, onde todo aquele verde estonteante nos mostra o motivo de praticar desporto ao ar livre e onde os quilómetros passam sem que demos por eles nas pernas.

“não mata mas mói”

As marcações foram excelentes durante todo o percurso, que “não mata mas mói” pelos estradões que percorremos num constante “treme, treme” até voltarmos ao arrozal na zona da Comporta a caminho do Carvalhal para conclusão da prova, sem que pelo meio não pudesse faltar uma ou outra rampinha para animar o pessoal.

Senhoras algarvias dominam classificações gerais

As classificações gerais femininas foram dominadas pelas representantes da zona algarvia com a Orieta Oliveira (5Quinas/Municipio de Albufeira/ CDASJ) a conquistar a vitória da meia maratona com o tempo de 01:40:19h, á frente da sua colega de equipa Maria de Jesus que cortou a meta apenas dois segundos depois, o terceiro posto foi ocupado por Maria Cravo (Clube de Ciclismo Marco Chagas) com o tempo de 01:45:46h. Na maratona, Celina Carpinteiro (BTT Loulé/Elevis) não deu qualquer hipótese às adversárias, a cortar a meta com mais de meia hora de avanço, com o tempo de 02:14:48h. O pódio ficou completo com a chegada da Cláudia Coelho com o tempo de 02:46:17h e Bráulia Gamito (Equipa BTT Casa Benfica Grândola) com o tempo de 02:53:09h.

Os vizinhos de Melides foram os grandes vencedores

Os vizinhos de Melides foram os grandes vencedores das duas distâncias, Rodrigo Pinheiro (AEBTTRio/Mr.Print ) com 01:19:51h, levou a melhor numa luta renhida até ao fim, perante os seus adversários Diogo Pereira (Bike4life/CSTreino) com 01:119:52h e por fim Hélder Silva (Team Escala Visual) com o tempo de 01:19:55h. Na maratona, Pedro Trindade (JDM/Snack Bar Pinheiro da Chave) foi o vencedor com 02:04:45h, deixando a luta pelo segundo lugar para os adversários José Melitão e Nelson Candeias (Adect / Aluminios Sacramento / Santibikes) que cortaram a meta separados apenas por dois segundos, com os tempos de 02:07:17h e 02:07:19h, respetivamente.

Organização de parabéns

Aproveito para deixar aqui os parabéns a toda a organização do evento, o qual aconselho e considero acessível a todo e qualquer praticante de desporto, e agradecer desde já todo o apoio ao Pedro Sobral, Leontina Palhas e Mónica Sebastião.

Que continuem a apoiar e a representar a equipa JD Carvalhal como tão bem sabem. Agradecimentos também a todos e bastantes fotógrafos presentes no evento que efectuaram a cobertura do mesmo, e sem inferiorizar ninguém mas neste caso á fotografa que nos disponibilizou, cedeu as fotos para ilustrar este artigo.

Francisco Heitor – OPraticante.pt

Texto: Francisco Heitor

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta